Internet ‘cancela’ Chris Pratt e Robert Downey Jr. e Mark Ruffalo defendem amigo

Robert Downey Jr , Chris Pratt e Mark Ruffalo (Foto: Reprodução Instagram)

Robert Downey Jr. e Mark Ruffalo saíram em defesa de Chris Pratt, após o Peter Quill de Guardiões da Galáxia ser “cancelado” na internet, por, supostamente, apoiar o presidente Donald Trump e ter sido favorável a uma igreja anti-LGBTQ. “Que mundo … Os ‘sem pecado’ estão jogando pedras em meu irmão, Chris Pratt … Um verdadeiro cristão que vive por princípios, nunca demonstrou nada além de positividade e gratidão”, disse Downey Jr., o Homem de Ferro do cinema.

Tudo começou quando a produtora produtora de televisão Amy Berg fez um post no Twitter com a foto dos quatros “Chris” do cinema americano: Chris Hemsworth, Chris Evans, Chris Pine e Pratt. “Um deles tem de ir embora”, escreveu Amy, em uma grande brincadeira. Só que o tweet viralizou e acabou virando o cancelamento de Pratt, que, ao contrário dos outros três e de boa parte dos artistas de Hollwyood, não tem se manifestado sobre as próximas eleições americanas.

“Ele (Pratt) acabou de se casar em uma família que abre espaço para o discurso civil e (simplesmente um fato) INSISTE no serviço como o valor mais alto”, afirmou Downey Jr., lembrando que Pratt é casado com Katherine Schwarzenegger, neta do ex-presidente americano John Kennedy, e filha de Arnold Schwarzenegger, opositor de Trump e ex-governador da Califórnia. “Se você tem problemas com Chris… Eu tenho uma ideia nova.
Exclua suas contas de mídia social, sente-se com seus próprios defeitos de caráter, trabalhe neles e, em seguida, celebre sua humanidade”, disparou o astro.




Mark tambem foi duro no Twitter. “Vocês todos, Chris Pratt é o homem mais sólido que existe. Eu o conheço pessoalmente e, em vez de lançar calúnias, veja como ele vive sua vida. Ele simplesmente não fala abertamente sobre política como regra. Isso é uma distração. Vamos manter nossos olhos no prêmio, amigos. Estamos tão perto agora”, pediu Mark, explicando que a polêmica em torno do amigo estava tirando foco da campanha eleitoral.

Pratt já negou apoiar a igrega Hillsong, após ser acusado por Ellen Page de ser favorável à postura da organização. “Recentemente, foi sugerido que eu pertenço a uma igreja que ‘odeia um certo grupo de pessoas’ e é ‘infame anti-LGBTQ’. Nada poderia estar mais longe da verdade “, protestou o ator, que não foi ao evento em apoio a Joe Binden, que disputa a eleição com Trump, ao qual compareceu quase todo o elenco da Marvel.

O tweet de Mark Ruffalo (Foto: Reprodução Instagram)
O tweet de Mark Ruffalo (Foto: Reprodução Twitter)

Robert Downey Jr defende ChrisPratt (Foto: Reprodução Instagram)

Robert Downey Jr defende ChrisPratt (Foto: Reprodução Instagram)

O tweet de Amy Berg (Foto: Reprodução Twitter)

O tweet de Amy Berg (Foto: Reprodução Twitter)