Influencer Sharlene Seixas fala sobre a vida, gravidez e pós gestação

Abrindo coração ela falou sobre tudo.


Um presente de Deus mudou minha vida

Tive uma gestação incrível. A Júlia foi uma criança muito desejada desde o início. O sonho de ser mãe estava sendo realizado. Ocorre que, nem sempre, os sonhos se traduzem no conto de fadas, que construímos em nossa mente.

A Júlia chegou. Linda e saudável. E, eu, a mamãe, empolgada com o primeiro filho, de repente, me deparei com uma situação desesperadora: não estava preparada para encarar a nova realidade que aquele belo presente de Deus me colocava.

Apenas quando a criança nasce, é que realmente cai a nossa “ficha”. Não é uma realidade tão fácil. Tive que cuidar da Júlia, sozinha, pois as obrigações profissionais do pai dela impediram uma presença mais efetiva. Não havia outra alternativa: tinha que me dedicar a minha filha, a minha família. Os afazeres se avolumavam, dia a dia. Eram tantas ações que até esquecia de me alimentar. Com isso, automaticamente, fui ficando fraca, até o meu leite materno secar.

O tempo passava e, inevitavelmente, carreguei as consequências emocionais. Com a mudança total de rotina, meu psicológico ficou abalado. Com seis meses, estava esgotada. O lado emocional afetou, naturalmente, o estado físico do meu corpo. Quando me dei conta, estava muito magra. Infelizmente, as pessoas não conheciam minha história.

Olhavam para mim e, logo, apontavam os defeitos, além de carregarem nas críticas.Na verdade, hoje, posso dizer, com segurança, que ninguém vem perguntar se você está bem ou se precisa uma ajuda. Parece que o ser humano vê mais facilidade em destacar a parte negativa da vida. Lamentavelmente, concluíram que eu estava até com anorexia.

E o presente que Deus me deu, a Júlia? Minha filha continuava crescendo forte e saudável. Em um certo momento, olhei para aquele rostinho angelical e meus caminhos se iluminaram. Afinal, qual clima que eu gostaria para o desenvolvimento da minha pequena: o de tristeza e de depressão ou de alegria e disposição?! Então, levantei a cabeça e decidi mudar o rumo de lamentações e sofrimento em que minha vida estava.

Voltei a fazer o que mais gosto: treinar. Junto à rotina de cuidados com a minha menina, retomei minhas idas e vindas diárias à academia. Cada vez mais, com dedicação. À medida em que os resultados se tornavam visíveis, minha determinação em busca de novos objetivos, aumentava.

Mente sã e corpo em ordem. Chegou o momento de pesar no lado profissional. Paralelamente aos exercícios físicos, voltei a estudar. Concluí o curso de Educação Física. No entanto, senti que necessitava fazer algo mais. Precisava relevar minha luta, minha evolução, para tentar ajudar outras mamães. Busquei começar a entender, um pouco melhor, funcionamento do “mundo” das Influenrs digitais. Rapidamente, tive a alegria de ver que muitas mamães que começaram a me seguir e a me ter como referência.

Àquela angústia do passado se transformava em prazer, ao perceber que minha experiência poderia auxiliar outras mamães mundo a fora. Hoje, entre as dicas que compartilho estão alimentação, exercícios e roupas. Enfim, tudo o que funcionou e me ajudou a sair daquela fase difícil e vulnerável da minha vida.

E, a Deus só tenho que agradecer pelo presente que me deu, a Júlia, minha filha, que mudou completamente minha vida e, para melhor.