Idoso morre após agressão do filho; ele estava alterado e se irritou com portão fechado

Picture of R7

R7

Geraldo Tavares morreu após ser agredido pelo filho - Record TV Rio

Idoso morre após agressão do filho; ele estava alterado e se irritou com portão fechado

Compartilhe:

Um idoso, de 86 anos, morreu após ter sido agredido pelo próprio filho, em São Gonçalo, na região metropolitana do Rio de Janeiro. O suspeito do crime foi preso pela polícia, nesta sexta-feira (28).

De acordo com as investigações da Polícia Civil, o homem, de 46 anos, chegou em casa alterado e chamou o pai para abrir o portão. Irritado, ele iniciou o ataque a socos.

“Ele teria chegado bêbado, bem alterado, ficou com raiva porque o portão estava fechado. O pai foi abrir o portão. Nisso, o filho começou a agredir o senhor, de 86 anos de idade”, disse o delegado Geraldo Assed, resposável pela investigação.

O delegado afirmou, em entrevista ao Cidade Alerta RJ, que a vítima, Geraldo Tavares Vieira, chegou a ser socorrida pelo neto e outras pessoas que passavam pelo local.

Passados três dias, o idoso foi internado no hospital Alberto Torres, em Niterói, e morreu, um mês depois, em decorrência das lesões provocadas pelo filho, segundo a polícia.

Ainda de acordo com o delegado, o suspeito também ameaçou alguns familiares, por causa da denúncia registrada na 73ª DP (Neves) contra ele.

A Justiça decretou a prisão temporária de 30 dias do agressor. Ele foi indiciado por homicídio duplamente qualificado, por motivo fútil e meio cruel.

O próximo passo deverá ser o encaminhamento do inquérito ao MP-RJ (Ministério Público do Rio de Janeiro).

Deixe um comentário

+ Acessados

Veja Também

Quer ser o primeiro saber? Se increve no canal do PH no WhatsApp