Idoso agride mulher, mata dois policiais e queima casas no Havaí

Tiffany e Kaulike eram veteranos como policiais no Havaí - (Foto: Divulgação/The Honolulu Police Department)



Um idoso de 69 anos esfaqueou a proprietário da residência onde morava, matou dois policiais e incendiou várias casas após uma briga em Honolulu, no Havaí (Estados Unidos), neste domingo (19). As informações são do site de notícias Hawaii News e da revista Time.

Segundo informações da imprensa dos EUA, o homem – identificado como Jerry Hanel – agrediu com facadas a dona do imóvel, Lois Cain, ainda pela manhã, depois de receber uma ordem de despejo. A polícia foi acionada após moradores da região terem visto a vítima ferida na perna.

Os agentes de segurança foram atender à ocorrência e, então, o idoso atirou contra os policiais. Os oficiais Tiffany Enriquez e Kaulike Kalama – veteranos a 7 e 9 anos, respectivamente – morreram no local.

Em meio à tragédia, Hanel ainda ateou fogo na casa onde estava. De acordo com a Time, o incêndio destruiu ao menos outras sete residências. A Polícia de Honolulu não confirmou se pessoas ficaram feridas. Ainda segundo a imprensa local, o idoso morreu na casa incendiada.

Até a última atualização desta matéria, o estado de saúde da proprietária atacada com faca não havia sido divulgado. Autoridades da região evacuaram as pessoas da área, solicitando também que vizinhos às casas afetadas pelo incêndio desligassem o gás.

Para a revista Time, vizinho descreveram Hanel como “mentalmente perturbado”. De acordo com o departamento de polícia de Honolulu, Hanel não tinha licença para posse de armas de fogo.

Prefeito fala em “tragédia”

O prefeito de Honolulu, Kirk Caldwell, lamentou o assassinato em comunicado oficial por meio de sua página no Twitter e ofereceu condolências aos familiares e amigos dos policiais mortos.

“É uma tragédia sem precedentes não só para a cidade e o condado de Honolulu, mas para todo o estado do Havaí”, escreveu no Twitter.