Homem processa Apple por fazê-lo “virar gay”

Divulgação

Um rapaz russo identificado como D. Razumilov está movendo um processo contra Apple por danos morais, afirmando que um aplicativo instalado em seu iPhone o tornou homossexual.

O jovem pede cerca de US$ 15 mil (equivalente a R$ 61 mil) e alegar que recebeu 69 unidades de uma moeda virtual chamada “GayCoin” por meio de um aplicativo de criptomoedas baixado pela Apple Store.

Junto com a quantia, o russo disse que recebeu uma mensagem dizendo: “Não julgue antes de testar”. A partir daí D. Razumilov afirma que começou a se relacionar com pessoas do mesmo sexo.

“Decidi testar as relações sexuais. Dois meses depois, iniciei uma relação íntima com uma pessoa de mesmo sexo e agora não consigo voltar atrás”, explicou o rapaz para a rádio Govorit Moskva nesta quarta-feira (2).

“Tenho um namorado estável e não sei como explicar isso a meus pais. Minha vida mudou para a pior e nunca mais voltará a ser normal”, acrescentou. “A Apple me empurrou para a homossexualidade”, completou o jovem para a rádio local.