Homem é preso acusado de matar bebê por desconfiar de paternidade

Homem é esfaqueado após se recusar a fazer sexo com mulher

Um homem de 28 anos foi preso acusado de matar o próprio filho, de apenas um ano e cinco meses de idade, na cidade de Cesário Lange, no interior de São Paulo.

De acordo com o boletim de ocorrência, o suspeito, que estava sob efeito de álcool e drogas, cometeu o crime porque desconfiava que não se tratava de um filho legítimo.

Após uma discussão com a esposa, o homem levou a criança, que brincava com os irmãos no momento, à cozinha e a agrediu cinco vezes batendo sua cabeça no chão.

A polícia foi acionada pela mãe, que é testemunha no caso. O corpo foi encaminhado para exames necroscópicos.

Não foi a primeira vez que o suspeito agrediu sua família. Ele já tem passagens por agressão ao bebê e à esposa.