Há 70 anos, moradores de cidade de MT mantêm tradição de usar ‘caretas’

| guiratinga | prefeitura amplia distribuição de água no distrito do alcantilado

Há mais de 70 anos, os moradores de Guiratinga, a 334 km de Cuiabá, mantêm a tradição de usar máscaras durante o carnaval. Todos os anos, os 'caretas', como são chamados, saem pelas ruas da cidade com roupas e máscaras artesanais. A cidade tem aproximadamente 14 mil habitantes e, no período de carnaval, atrai muitos participantes, interessados em conferir de perto essa cultura regional.

As máscaras são ousadas e até mesmo assustadoras. Antigamente, há 75 anos, eram baseadas nos animais e, com os passar dos tempos, outras versões foram surgindo, até mesmo baseadas em filmes. Na década de 20 e 30, a região chegou a ter mais de 20 mil garimpeiros espalhados pelo Vale do Garças e afluentes. A descoberta de diamantes atraiu aventureiros e assim surgiram os povoados pelas regiões.

Depois, na década de 40, os moradores pensaram no que fariam na época de carnaval, para quem não tinha dinheiro para comprar ingresso para entrar em um baile fechado. "Então tinha que ter as roupas e era difícil porque o dinheiro era pouco e a gente inventou essa festa fora de clube e deu certo", disse a dona de casa Terezinha da Silva, moradora da cidade.

Com isso, surgiram os caretas, em um carnaval de rua para o povo. Mas, naquela época, a brincadeira tinha uma mistura de revolta. "Existia só o 'caretão' e menor de idade não brincava", disse o organizador do Bloco dos Caretas, Djair Carvalho. As mulheres também não podiam participar. "Cheguei a ver eles [foliões com caretas] baterem nas pessoas nas ruas", contou. Mas, depois, a situação mudou e até crianças podem participar da festa.

A família do músico Lucas da Silva é responsável pela criação das máscaras de argila. Ele cuida da parte de argila e a mãe e o irmão passam a camada de papel por cima da argila. Em seguida, a máscara é colocada no sol para secar. Já a pintura é feita pelo organizador do bloco, que é o Djair.

Foliões saem às ruas todos os anos com máscaras (Foto: Reprodução/ TVCA)