Por que o mergulho em Bonito – MS só tende a cresce

O nome poderia ser irônico, ou poderia simplesmente não fazer jus ao lugar. No entanto, Bonito, no Mato Grosso, é um dos pontos mais buscados para quem deseja mergulhar e garante a fama de lugar lindíssimo com muita razão.

Com águas cristalinas em abundância, Bonito vê o turismo se expandir de forma benéfica aos locais e aos turistas. Com opções para mergulhadores dos mais experientes aos que nunca nem sequer se aventuraram na arte de respirar pelo cilindro e explorar vastidões azuis, a cidade deve apenas ver seus negócios relacionados à atividade crescerem.

Um turismo sustentável atrai bons turistas

Além de tudo, o turismo em expansão de Bonito é sustentável – a cidade já ganhou prêmios brasileiros e internacionais por garantir um belo ecoturismo que protege e preserva a natureza. Apesar de existirem outras ameaças à cidade, em termos ambientais, os turistas podem respirar aliviados por estarem ali.

Atrair turistas conscientes que gostem genuinamente de desfrutar da natureza ao preservá-la e protegê-la é uma arma poderosa. Embora não dê resultados imediatos e exorbitantes, como o turismo predatório consegue, o ecoturismo sustentável garante que as belezas ainda estarão ali, daqui muitos anos, prontas para receber mais dos bons turistas.

Beleza e paz

Bonito é considerado um paraíso aquático no meio do Brasil. Com águas abertas, paredões rochosos, troncos caídos e peixes que brilham à luz solar que penetra a água, a cidade tem atividades de mergulho que servirá a todos.

O desbunde estético, por si só, já é uma grande razão pela qual o turismo ali se expande e não vai acabar. É impossível se cansar dessa beleza, que além de tudo é variada. Com cavernas abertas (a maior do mundo, inclusive), abismos submersos e rios rasos, mergulhadores podem se divertir de todas as formas.

O fato de não ter certas aventuras, como as que o mergulho marítimo proporciona, poderia ser um ponto fraco. Mas, pelo contrário – aquele que curtem a fauna de água doce podem aproveitar a paz e as belezas diferenciadas. Afinal, evitar acidentes com tubarões durante o mergulho pode ser um grande diferencial para muita gente.

Um turismo inclusivo

Se levarmos em conta o turismo como um todo, e não apenas o focado em mergulho, veremos o outro ponto que explica o sucesso de Bonito.

O lugar é famoso, pelo país afora, por ser um belo destino para famílias completas – desde crianças pequenas até idosos, bem como casais.

Bonito é um local perfeito para todo tipo de ecoturista. Idosos podem caminhar calmamente por trilhas, observando a exuberância da mata atlântica e toda a fauna e flora locais, enquanto adolescentes e jovens podem aproveitar banhos de cachoeira e mergulhos em poços, nados em rios; famílias inteiras podem conhecer as grutas e cavernas, ao mesmo tempo em que casais podem praticar o famigerado mergulho.

Como se não bastasse, Bonito tem o turismo completo e inteligente que garante conforto, comodidade e acessibilidade para deficientes físicos. Esta prática faz o local se tornar um nicho para literalmente todo tipo de gente, inclusive aquelas que não conseguem normalmente aproveitar o ecoturismo pela falta de estrutura.

Com tanta abertura, inteligência, preservação e responsabilidade, não há motivo para que o mergulho pare de crescer em Bonito. Pelo contrário, conquistando as pessoas como costuma fazer, a cidade acaba batizando muita gente no mergulho – até aqueles que nunca pensaram em fazê-lo.