Greve dos bancários completa 10 dias sem acordo

greve dos bancários completa 10 dias sem acordo



Representatens dos bancários e da da Federação Nacional de Bancos (Fenaban) seguem sem um indicado para o fim da greve que já dura 10 dias.
Na oitava rodada de negociação, feita na quinta-feira (15), os bancos mantiveram a mesma proposta apresentada no dia 9: reajuste de 7% nos salários e benefícios e abono de R$ 3,3 mil, a ser pago dez dias após a assinatura do acordo.
Os valores não fora aceitos pelo sindicato da categoria . Os bancários, pedem reajuste de 14,78% (5% de aumento real, mais a correção da inflação), 14º salário e participação nos lucros e resultados de R$ 8.297,61, entre outras demandas.
A greve dos bancários começou terça-feira passada (6). Quase 13 mil tiveram as atividades paralisadas, segundo o sindicato dos bancários. O número representa 54% das agências no Brasil.
Alternativas
Durante a greve os usuários tem como alternativas caixas eletrônicos, internet banking e aplicativos no celular.
Os consumidores também podemrealizar operações bancárias por telefone e os correspondentes, que são as casas lotéricas, agências dos Correios, redes de supermercados e outros estabelecimentos credenciados.