Grandes temas do agro pautam Circuito Aprosoja na região Sul




Os produtores rurais da região Sul de Mato Grosso tiveram a oportunidade de receber as palestras do 10º Circuito Aprosoja entre os dias 10 e 14 de agosto. Nos cinco eventos foram realizadas palestras informativas sobre a Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja), mediação no agronegócio e manejo sustentável da agricultura. O circuito passou por Alto Taquari, Alto Garças, Rondonópolis, Primavera do Leste e Campo Verde.

O delegado coordenador da Aprosoja em Alto Garças, Gilberto Gasparelo, elogiou a participação dos produtores rurais no evento mais importante da associação. “Estamos discutindo o futuro da agricultura. Nos últimos anos, percebemos os custos de produção aumentando e a produtividade estagnada e isso causa preocupação. Precisamos de mudanças e é isso que o palestrante Daniel Glat veio trazer para nós”, explicou.

Durante a semana de trabalho, a diretoria da Aprosoja se reuniu com os delegados de cada Núcleo para uma avaliação após o evento e também tratar de assuntos estratégicos para o setor. Nos encontros, as pautas giravam em torno de logística, vazio sanitário, classificação de grãos e eleição na associação, que ocorrerá em novembro.

Um tema que interessou bastante aos produtores rurais foi o abordado pelo Tribunal de Justiça de Mato Grosso sobre mediação no agronegócio. O juiz Anderson Candioto explicou a oportunidade que os agricultores terão de resolver conflitos diversos com a técnica da mediação, sem precisar levar à criação de um processo judicial. Para isto, basta procurar o Fórum da comarca de seu município.

O advogado João Paulo Moreschi, presidente da Comissão Especial de Conciliação, Mediação e Arbitragem da OAB-MT, acredita que o Brasil vive uma nova era do sistema judiciário. Ele explicou que o novo Código de Processo Civil prevê a mediação como requisito obrigatório para as petições iniciais dos advogados e que “vem para ficar”. “O Poder Judiciário está na vanguarda porque já trabalha com a mediação há seis anos. A OAB é parceira do Tribunal de Justiça, desde que resguardados os direitos dos advogados de participar das sessões de mediação e ao livre exercício da advocacia”, diz.

Em Rondonópolis, o Circuito Aprosoja ocorreu dentro da programação da Vitrine Agropec, na Exposul. Membros da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA) estiveram presentes ao evento e falaram sobre a importância do agro para o país. O presidente da FPA, deputado federal Marcos Montes, disse estar impressionando com a pujança do estado de Mato Grosso. Porém, alertou para a crise vivida no país atualmente que pode refletir no carro-chefe da economia estadual.

“O que nós temos que fazer é fortalecer o setor que, querendo ou não, vive momentos difíceis. A indústria já ruiu, o comércio está ruindo pela alta da inflação, e o agronegócio, que sustenta o nosso país, não pode ficar só com o título de grande pilar. Tem-se que dar instrumentos para que este pilar seja sólido. Esse exemplo que vejo aqui, do produtor unido, buscando informação, é a vitamina para que o agronegócio se sustente”, afirmou.

O deputado federal Adilton Sachetti, coordenador da Comissão de Infraestrutura e Logística da FPA, explicou o trabalho sobre este tema. “Nosso trabalho é realizar reuniões com deputados, ministérios como o da Agricultura, participar de audiências públicas, por exemplo. Parecem coisas monótonas e maçantes, mas muitas vezes por meio de uma audiência pública esclarecemos uma série de gargalos da logística do país”, diz.

Para Sachetti, o maior peso em cima da logística é a burocracia. “Temos realizado uma série de ações para tirar a burocracia da logística, isto impede o desenvolvimento do agronegócio. Além disso, recentemente tivemos reuniões com alguns ministro e entregamos um mapa com os maiores gargalos logísticos do Brasil, que devem ser priorizados neste momento de crise”, conta.

Universitário – Paralelo ao evento principal, ocorre o Circuito Universitário em faculdades e universidades de Mato Grosso. O consultor e produtor rural Eduardo Godoi fala aos estudantes sobre o perfil do profissional para o agro do futuro.