Governo investe R$ 11,8 milhões para retomada de obras de escolas em Rondonópolis

Foram retomadas três obras da Educação, as reformas das Escolas Emanuel Pinheiro e Marechal Dutra e a construção de uma escola no bairro Jardim Maria Tereza

Escola Emanuel Pinheiro em Rondonópolis - Foto por: Seduc-MT



O Governo do Estado vai investir R$ 11,8 milhões para a retomada de obras de escolas em Rondonópolis. No município, já foram retomadas três grandes obras da Educação, que são as reformas das Escolas Estaduais Emanuel Pinheiro e Marechal Dutra e a construção de uma escola no bairro Jardim Maria Tereza.

Conforme a secretária de Estado de Educação, Marioneide Kliemaschewsk, outra obra de reforma que deve ser retomada em breve é a da escola Adolfo Augusto de Moraes, que está em fase de elaboração de projeto e deve ir para licitação ainda no mês de novembro.

“Aos poucos estamos retomando todas as obras que estavam paralisadas, mas com a premissa de iniciar apenas aquelas que já têm recursos em caixa para iniciar e terminar. Assim, teremos certeza de que no decorrer no percurso nenhuma obra será paralisada por falta de recurso”.

A primeira obra retomada este ano no Estado foi a da reforma geral da EE Emanuel Pinheiro, em Rondonópolis, que já foi finalizada e deve ser entregue no próximo mês.

Segundo a diretora da escola Emanuel Pinheiro, Shirley Valuz, a unidade de ensino foi fundada em 1972 e de lá pra cá recebeu apenas reforma do piso. “Essa foi a primeira reforma geral que a nossa escola recebeu, mas valeu a pena esperar por tanto tempo, porque ela ficou linda. Os alunos estão até comparando o novo prédio com a de uma escola particular”, disse a diretora, lembrando que a unidade atende cerca de 450 alunos.

O diretor da EE Marechal Dutra, Evandro Silva Brocuá, disse que a comunidade aguarda ansiosa pelo o término dessa reforma, que também estava paralisada e foi retomada no mês de agosto. “Sempre sonhamos com uma escola bem estruturada, com laboratórios e salas de aula climatizadas. Acredito que uma escola com tudo isso influencia muito na aprendizagem dos alunos”.

Fundada em 1953, a escola atende, atualmente, 725 alunos, do 1º ano do ensino fundamental até o 3º ano do ensino médio.

Obras no Estado 

Conforme destaca a secretária, no segundo semestre deste ano, a Seduc começou a retomar o fôlego de investimentos no estado e, em parceria com a Assembleia Legislativa, ampliou o investimento de R$ 1,8 milhões para R$ 35 milhões.

Estamos reorganizando todos os projetos das obras que estavam paradas e verificando o que é possível fazer. Já retomamos 18 obras de escolas em todo o Estado e estamos elaborando projetos e fazendo licitação para a retomada de várias outras. A nossa previsão é entregar 98 obras ainda nesta gestão”, informou.

Visitas 

Na quinta-feira (24.10), Marioneide, acompanhada das Comissões de Educação da Assembleia Legislativa e da Câmara Municipal de Rondonópolis, visitou algumas escolas do município para fazer um diagnóstico e identificar as principais necessidades estruturais, de gestão educacional e pedagógica dessas unidades.

As escolas visitadas foram a Emanuel Pinheiro, Major Otávio Pitaluga, Antônio Balbino, Domingos Aparecido dos Santos, Professor Carlos Pereira Barbosa e Professora Elizabeth de Freitas Magalhães.

“Será elaborado um documento com a relação de tudo o que precisa ser feito nessas unidades e a nossa capacidade orçamentária e financeira e aí vamos apresentar ao governador para validar essas ações que queremos fazer em Rondonópolis”.

O deputado Thiago Silva, que é o presidente da Comissão da Assembleia Legislativa, ressaltou que está trabalhando junto com os Governos do Estado e Federal para que juntos possam viabilizar recursos para atender as escolas tanto na área de infraestrutura, quanto pedagógica.

O presidente da Comissão da Educação da Câmara, vereador Silvio Negri, destacou que essas ações integradas entre Estado e Município sempre dão frutos. “Estamos fazendo essas visitas justamente para levantar os problemas existentes nas escolas estaduais para que possamos, em ações integradas, resolver o mais rápido possível. Esse é um trabalho que vai render muitos frutos daqui por diante em rondonóplis”.

A secretária explicou que essas visitas nas escolas estaduais estão sendo feitas em todo o Estado. “Essas visitas fazem parte do projeto Seduc vai à Escola, um trabalho técnico que está sendo feito pela nossa equipe para identificar o que as escolas precisam e onde podemos fazer intervenção pedagógica e de infraestrutura”, explicou.

A secretária lembrou ainda que as escolas que precisam de algum tipo de melhoria na infraestrutura, mas não passarão por reformas, podem solicitar verba emergencial no valor de até R$ 64 mil. Esse recurso é destinado para resolver problemas prioritários, como conserto e troca de telhado, reparos em banheiros, no sistema hidrossanitário, cozinha, refeitório, quadra poliesportiva, acessibilidade, entre outros. As unidades escolares podem solicitar via sistema Sigeduca.

Também acompanharam as visitas o vereador Roni Cardoso e líderes comunitários.