Governo Federal alerta para possibilidade de tempestades em várias regiões do país

Previsão aponta que chuvas intensas devem cair nos próximos dias nas regiões Sul, Sudeste, além do sul da Bahia e Mato Grosso do Sul

Marcello Casal jr/Agência Brasil

Órgãos do Governo Federal advertem para a possibilidade de chuvas intensas e altos acumulados de precipitação nos próximos dias nas regiões Sul, Sudeste, além do sul da Bahia e Mato Grosso do Sul.  O acumulado pode variar de 50 a 100 mm em 24 horas. O alerta conjunto foi emitido pelas agências federais de monitoramento, que envolvem o  Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cenad – Defesa Civil Nacional), Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), Serviço Geológico Brasileiro (CPRM), Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos do Centro Nacional de Pesquisas Espaciais (CPTEC/Inpe) e pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).

Podem ocorrer, também, rajadas de vento e queda de granizo nas regiões Sul e Sudeste no domingo (25), especialmente nos estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, além de Mato Grosso do Sul. O evento climático ocorre em decorrência de uma formação de um ciclone no oceano, próximo à costa do Rio de Janeiro e Espírito Santo, que podem sofrer ressaca nas regiões litorâneas na segunda-feira (26).

O aviso conjunto é resultante de metodologias de previsão e aponta a possibilidade de desastres naturais como enchentes, enxurradas, alagamentos, deslizamentos de terra e corridas de solo. O detalhamento das áreas mais atingidas pelos temporais será feito por meio da atualização meteorológica sempre que necessário.




Orientações

As agências federais orientam as Defesas Civis dos estados e municípios a remeterem o alerta aos demais órgãos que compõem seus sistemas de proteção e defesa civil, além de compartilharem as informações com institutos locais de previsão de clima e tempo. Além disso, caberá às Defesas Civis que atuam nas localidades o envio de alertas aos gestores municipais e às populações vulneráveis.

As pessoas que moram em áreas de risco ou que já tenham registrados desastres anteriormente devem procurar os órgãos locais de defesa civil para ter acesso ao plano de contingência para suas regiões. É importante conhecer as rotas de fuga e os pontos seguros para utilização em momento prévio ao desastre.

A Defesa Civil Nacional atua constantemente enviando alertas aos órgãos competentes sobre riscos de desastres naturais, assim como para a população, por meio de SMS nos celulares e mensagens nas TVs por assinatura. Os moradores de estados afetados devem ficar atentos a esses canais de comunicação e, caso não tenham se cadastrado para receber os avisos pelo celular, devem fazer a inscrição.

Para se cadastrar, basta enviar um SMS com o CEP para o número 40199. De imediato, a seguinte mensagem confirmará o êxito da operação: “Cadastro realizado com sucesso. O celular está apto a receber alertas e recomendações de defesa civil. Para cancelar, envie SAIR e o CEP para 40199”. É permitido cadastrar mais de um CEP.

Já os alertas em TV por assinatura são enviados diretamente aos televisores. O serviço é gratuito, está disponível em todos os estados do Brasil e não há necessidade de cadastro prévio.