Governo de Mato Grosso reduz aluguel de viaturas de R$ 6,8 mil para R$ 3,6 mil cada

Mauro Mendes ressaltou que recuperação do Governo e pagamento em dia ajudam a conseguir preços menores

O governador Mauro Mendes entrega 250 viaturas para as forças de segurança - Foto por: Tchélo Figueiredo/Secom-MT

Após dois anos, o Governo de Mato Grosso conseguiu obter grande redução no valor do contrato de aluguel de viaturas para a Segurança Pública.

O novo contrato das 250 caminhonetes entregues aos chefes das forças de Segurança na última semana prevê economia superior a R$ 17 milhões ao cidadão.

“Há pouco mais de dois anos, em 2018, Mato Grosso pagava numa caminhonete alugada como essas R$ 6,8 mil. Sabe por quanto nós alugamos essas mesmas viaturas agora em janeiro de 2021? R$ 3,6 mil”, relatou o governador Mauro Mendes.






De acordo com Mauro Mendes, essa economia foi obtida graças à recuperação econômica e fiscal do Governo de Mato Grosso, que na atual gestão passou a pagar em dia seus fornecedores e servidores.

“Quem paga em dia, compra bem. O Governo do Estado recuperou sua credibilidade e tem fama de bom pagador no mercado. Por isso conseguimos aplicar o dinheiro do cidadão de forma mais eficiente, com grandes descontos. Economia que é revertida em mais serviços e ações aos mato-grossenses”, afirmou.

Para o governador, é fundamental que as os agentes que atuam na Segurança Pública possuam estrutura para desempenhar suas funções na defesa do cidadão.

“É um importante investimento para equipar todos os nossos batalhões, todas as nossas unidades. Polícia Civil vai receber, Polícia Militar, os Bombeiros, a Politec, o Socioeducativo. A representante do Socioeducativo me falou que trabalha lá há 30 anos e nunca recebeu nenhuma viatura nova no Socioeducativo. Só recebia aquilo que sobrava dos outros órgãos. E agora ela recebeu 5 unidades”, ressaltou.

Ao todo, o Sistema Socioeducativo está recebendo cinco caminhonetes. Já a Polícia Militar, 109; a Polícia Judiciária Civil, 102; a Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec), 17; Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron), 12 e Corpo de Bombeiros Militar (CBM), cinco viaturas.