Governo dá início à construção de pontes de concreto na Transpantaneira

Serão construídas cinco pontes de concreto ainda neste ano e outras quatro já estão previstas para serem executadas em 2021

Governo dá início à construção de pontes de concreto na Transpantaneira - Foto por: Sinfra-MT

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra) iniciou nesta semana a construção de pontes de concreto na Rodovia Transpantaneira (MT-060), em substituição às pontes de madeira que foram queimadas nos incêndios que atingiram a região do Pantanal e que ficaram com estruturas bastante prejudicadas.

Serão construídas cinco pontes de concreto ainda neste ano e outras quatro já estão previstas para serem executadas em 2021, totalizando nove novas pontes. Essas obras fazem parte do plano de ações elaborado pela Sinfra e apresentado aos empreendedores, proprietários de pousadas no Pantanal e membros da associação do ecoturismo em reunião na última semana.

De acordo com o secretário-adjunto de Obras Rodoviárias da Sinfra, Nilton de Britto, as pontes têm estrutura pré-moldada, o que garante que a execução da obra será mais rápida.  “Assim que cravar as fundações, o que deve levar em média uma semana para cada ponte, a cada 15 dias ficará pronta uma ponte. Os projetos dessas pontes novas são diferentes das que já foram construídas lá. São pontes mais baixas, sem aqueles aterros tobogã”, explicou.




Para assegurar a trafegabilidade pela Transpantaneira durante o período de construção das pontes, serão reforçadas as rotas de desvios nos locais próximos às obras. Esses serviços serão executados pela Associação de Defesa do Pantanal (Adepan), em razão de um convênio junto à Sinfra.

Também já está prevista a execução de melhorias na malha rodoviária, com o patrolamento e manutenção da rodovia, além da reforma das pontes de madeira que ainda não serão alvo das obras definitivas neste momento. Inclusive, já está nos planos da secretaria realizar a substituição de pelo menos 40 pontes de madeira por bueiros.

Essas substituições são consideradas soluções importantes para reduzir eventuais problemas de tráfego na rodovia, uma vez que são alternativas mais resistentes que as pontes de madeira, com custo mais baixo do que a construção de uma ponte de concreto e igualmente eficientes. Hoje, das 120 pontes existentes na rodovia, 83 são feitas de madeira.