Governador vistoria obra do Hospital Central em Cuiabá: “Vai ser, disparado, o maior e melhor de Mato Grosso”

Picture of Secom-MT

Secom-MT

O governador Mauro Mendes, durante vistoria Crédito - Mayke Toscano/Secom-MT

Governador vistoria obra do Hospital Central em Cuiabá: “Vai ser, disparado, o maior e melhor de Mato Grosso”

Compartilhe:

O governador Mauro Mendes vistoriou, na manhã deste sábado (20.05), as obras do Hospital Central em Cuiabá, que já estão 85% finalizadas.

Mauro Mendes relatou à imprensa que as obras estão dentro do cronograma, com previsão de conclusão em outubro deste ano. O início dos atendimentos deve ocorrer no primeiro semestre de 2024.

A unidade ficou 34 anos com as obras paralisadas e foi retomada pela atual gestão em 2020.

“Aqui nós temos 32 mil metros quadrados. O prédio original era de 9 mil metros quadrados, portanto, fizemos uma grande ampliação. Vamos entregar, se Deus quiser, nos próximos meses, um hospital que vai ser, disparado, o maior e o melhor de Mato Grosso”, relatou ele, que também vistoriou a obra do Centro Logístico de Abastecimento e Distribuição (Celad).

As dificuldades para retomar a obra foram relembradas pelo governador, que agradeceu o empenho dos servidores da Secretaria de Estado de Saúde.

“Quero parabenizar toda a equipe da SES, do hoje deputado e secretário Gilberto, o agora secretário Juliano que está a frente da pasta, toda a equipe de engenharia, todos os profissionais e também a todos que ajudaram de alguma forma o Governo a ter as condições de fazer esse investimento tão importante para a saúde da população”, registrou.

Mauro Mendes também citou que os investimentos feitos na saúde da região metropolitana também ocorrem nas outras regiões de Mato Grosso.

“Aqui na baixada também estamos construindo o Hospital Júlio Müller, inauguramos a Santa Casa e ampliamos o Meteopolitabo. Estamos reformando e modernizando todos os regionais no interior, e construindo quatro novos regionais: Alta Floresta, Confresa, Tangará da Serra e Juína”, elencou.

Também acompanharam a vistoria: a senadora Margareth Buzetti; o deputado federal Fábio Garcia; o deputado estadual Paulo Araújo; os secretários de Estado Laice Souza (Comunicação), Grasielle Bugalho (Assistência Social), Basílio Bezerra (Planejamento), César Roveri (Segurança) eJefferson Neves (Cultura e Esporte); o comandante-geral dos Bombeiros, coronel Alessandro; e o vereador de Cuiabá, Dilemário Alencar.

A obra

O Governo de Mato Grosso investe R$ 184,5 milhões na execução da obra, que deve ser concluída ainda em 2023. O planejamento é que a unidade inicie os atendimentos em 2024.

A unidade terá capacidade para oferecer 1.990 internações, 652 cirurgias, 3.000 consultas especializadas e 1.400 exames por mês. O novo projeto prevê 10 salas cirúrgicas, 60 leitos da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 230 leitos de enfermaria. 

Além disso, a unidade de alta complexidade vai dispor um total de 290 leitos voltados para o atendimento de toda a população mato-grossense.

Deixe um comentário

+ Acessados

Veja Também

Quer ser o primeiro saber? Se increve no canal do PH no WhatsApp