Governador de MT destaca organização e tradição da Corrida de Reis

Mauro Mendes entregou prêmio para vencedor da prova masculina, enquanto secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho, premiou as mulheres. Quenianos dominaram a prova

Governador Mauro Mendes e secretário Mauro Carvalho prestigiam a Corrida de Reis 2020 - Foto por: Mayke Toscano/Secom-MT



“É um evento já incorporado à nossa cultura, de repercussão nacional, que abre o calendário esportivo anual do país. Uma grande organização, que gera empregos e com todo o suporte para que os atletas (de elite ou não) possam correr. Além disso, cria uma disposição muito bacana neste início do 2020, para que possamos ter energia para os enfrentar e conquistar todos os sonhos e vitórias desejados neste ano”.

A afirmativa é do governador Mauro Mendes, que na manhã deste domingo entregou a medalha de primeiro colocado ao vencedor da prova masculina da 36ª Corrida de Reis de Cuiabá, o queniano Geofry Kipchumba, de 20 anos. O atleta também recebeu um carro zero km, oferecido pelos organizadores da prova, que têm o Governo do Estado como um dos parceiros.

Foto por: Mayke Toscano/Secom-MT

Mauro Mendes estava acompanhado do secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho, que repetiu o gesto com a vencedora da prova feminina, a também queniana Janet Masai, 27 anos.

Os quenianos dominaram a 36ª Corrida de Reis. Eles ocuparam cinco das 10 primeiras colocações na prova masculina. Além dos primeiros lugares masculinos e femininos, eles ainda conquistaram o terceiro e quinto lugares masculinos e o terceiro lugar da prova feminina.

Entre os brasileiros, o mato-grossense de Pontes e Lacerda, Wendel Jerônimo de Souza, faturou o quarto lugar da prova masculina, enquanto a mineira Tatiele Carvalho também ficou em quarto lugar na competição feminina.

Foto por: Mayke Toscano/Secom-MT

A corrida

Nesta 36ª edição, foram mais 15 mil corredores, de seis países (Brasil, Quênia, Uganda, Tanzânia e Eritreia) e 160 cidades de 18 estados brasileiros inscritos nas de diversas categorias.

A corrida teve um novo percurso, de 10 km, cuja largada foi próximo à Ponte Nova, em Várzea Grande, com chegada na Arena Pantanal. Os corredores se dividiram em pelotões. O de elite foi composto por 63 atletas, dos quais 43 homens e 20 mulheres; o VIP, por 1.650 atletas; e categoria geral, com 13.750 inscritos.

Foto por: Mayke Toscano/Secom-MT

Também percorreram este percurso 49 portadores de necessidades especiais (cinco cadeirantes, 20 portadores de deficiência visual, 20 de deficiência física e quatro de deficiência intelectual).

A primeira edição da prova foi disputada em 1984, quando participaram pouco mais de 800 corredores. Já na edição seguinte, este número aumentou para 1.500, segundo a organização.

Desde 2005, a Corrida de Reis de Cuiabá abre oficialmente o calendário brasileiro de atletismo no país. “Hoje temos um permit na categoria ouro, que nos coloca no status de corrida de nível internacional”, diz Cícero Mariano, gerente de Marketing da TVCA, organizadora do evento.