Governador Atribui Recuperação do Anel Viario de Rondonópolis a Recursos viabilizado por Sebastião Rezende e Nininho

O governador de Mato Grosso, Mauro Mendes, participou nesta quinta-feira (12/9), em Rondonópolis, da solenidade de emissão da ordem de serviço para a restauração completa do Anel Viário que margeia o município. Na ocasião, ele fez questão de ressaltar a importância dos deputado estaduais Sebastião Rezende e Nininho na viabilização dos recursos necessários para as obras do Anel Viário.

Conforme Mauro Mendes, o começo da restauração do Anel Viário de Rondonópolis somente está sendo possível devido ao apoio dos parlamentares da legislatura passada, que aprovaram em janeiro deste ano o Novo Fethab, que aumentou os recursos para obras estruturantes no Estado. “É esse recurso que tem ajudado o Governo a tocar mais de 100 obras em todo o estado de Mato Grosso. Estivemos agora, por exemplo, visitando obras em Guiratinga, Tesouro, entre tantas outras cidades”, argumentou.

Dessa forma, o governador agradeceu na solenidade a todos os deputados estaduais que tem trabalhado por Mato Grosso, em especial ao Sebastião Rezende e ao Nininho por terem votado a favor do Novo Fethab, que “é o dinheiro voltado para o cidadão em forma de obras e serviços”. Antes dessa solenidade, Mauro Mendes já tinha reconhecido, durante encontro em Cuiabá, a importância do trabalho de Rezende para contratação da empresa para recuperação do Anel Viário de Rondonópolis.

O deputado Sebastião Rezende também prestigiou ontem o lançamento das obras de recuperação do Anel Viário, lembrando que, desde o começo do ano, fazia articulações para inclusão desse serviço na lista de prioridades do governo. “Nós respaldamos em 100% a proposta do governador Mauro Mendes referente ao Novo Fethab porque entendemos a sua importância e, hoje, temos os recursos e serão mais de R$ 5,9 milhões a serem investidos no nosso Anel Viário”, enfatizou.

A empresa Enpa Engenharia e Parceria Eirelli foi a vencedora da licitação da obra de recuperação de 16 quilômetros do Anel Viário, que se encontra com o pavimento todo destruído e cuja situação vem fazendo com que motoristas com carretas pesadas desviem caminho pelo perímetro urbano. O custo previsto da revitalização do trecho é de R$ 5,947 milhões.

Confira o vídeo: