Garoto russo de 10 anos que teria engravidado menina de 13 não é capaz de produzir esperma

Foto: Reprodução/VK



O menino russo de apenas 10 anos de idade que teria engravidado sua amiga de 13 ainda não é capaz de engravidar uma pessoa por ser sexualmente imaturo para produzir espermatozóides, segundo um médico que o examinou.

O diagnóstico foi revelado em um popular programa de televisão da Rússia enquanto os jovens Ivan e Darya estavam nos bastidores da atração.

De acordo com o urologista Evgeny Grekov, os exames foram revistos três vezes para que não houvesse nenhum erro e a conclusão foi a esperada. “Ele ainda é uma criança, ainda não tem testosterona”, disse o médico. “A puberdade nem começou. Então, temos muitas perguntas”, completou.

Além do urologista, o programa também consultou um psicólogo que conversou com o jovem casal. Segundo ele, a adolescente negou ter se envolvido com outros homens além de Ivan, o que para o profissional é o suficiente para que ele tenha “o direito de dizer que ela não teve contato com outros meninos ou homens”, disse.

O caso é assunto na Rússia desde quando foi revelado e vem ganhando espaço na imprensa internacional.

Darya e sua mãe afirmam que querem ficar com a criança, mas com apenas 8 semanas de gravidez, ainda não é possível realizar exames de DNA para saber quem é o pai do bebê. Para a mãe do garoto, ele é realmente o pai da criança. “Entendo que ele mesmo não entenda muito bem o que aconteceu”, diz a mãe.