Fronteira passa a contar com mais quatro pontos com câmeras OCR

Sistema auxilia na recuperação de veículos furtados ou roubados e com a emenda, serão 10 pontos na fronteira com 20 câmeras ao todo

Foto por: Gefron-MT

O comandante do Grupo Especial de Fronteira (Gefron), tenente-coronel PM Fábio Ricas, recebeu oficialmente nesta terça-feira (11.05) o documento de uma emenda parlamentar do deputado Valmir Moretto, para investimento de pouco mais de R$ 700 mil em câmeras OCR (leitores ópticos de caracteres). Os equipamentos irão possibilitar uma maior agilidade, além de otimizar as fiscalizações.

Para aquisição dos aparelhos tecnológicos, a emenda parlamentar foi dividida em duas. Uma em 2020 no valor de R$ 331.029,80 e outra entregue neste ano de 2021, no valor de R$ 382.032,00.

Com esses novos quatro pontos, a região de fronteira terá 10 pontos e o total de 20 câmeras OCR, dificultando a saída do país de veículos roubados. Com as câmeras, é possível monitor e rastrear veículos, sendo possível identificar modelo, fabricante e placa de veículos roubados, furtados ou clonados, ou ainda se o veículo está com a documentação atrasada.




Ao detectar estas irregularidades é emitido um alerta para o Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp) que aciona as forças de segurança para as providências imediatas. O sistema tem capacidade para registrar informações de até 400 veículos por segundo.

“Esses equipamentos têm sido fundamentais nos trabalhos do Gefron, tanto no combate ao tráfico internacional de drogas, como nas ocorrências que envolvem o transporte de veículos que são produtos de crimes. Considerando toda a extensão de faixa de fronteira entre Mato Grosso e a Bolívia, o suporte tecnológico aliado ao efetivo policial capacitado, tem dado excelentes resultados contra à criminalidade”, pontuou o comandante do Gefron.