Fifa investigará dossiê contra Michel Platini

A Fifa confirmou nesta segunda-feira que irá investigar a suposta distribuição, partindo de sua sede, de um dossiê anônimo fortemente crítico ao presidente da Uefa, Michel Platini, após uma reclamação do órgão regulador do futebol europeu.

O jornal alemão “Welt am Sonntag” relatou no domingo que o documento, intitulado "Platini – esqueleto no armário", foi distribuído a partir da sede da Fifa.

A publicação informou que o documento possuía uma foto pouco lisonjeira do ex-jogador da seleção francesa e questionava sua aptidão para o cargo de presidente da Fifa.

A existência do dossiê sobre Platini, que busca substituir o presidente da Fifa, Joseph Blatter, nas eleições de fevereiro, também foi relatado pela mídia suíça.

"O secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, recebeu uma carta da Uefa sobre tal assunto. Em resposta à Uefa, o secretário-geral da Fifa confirmou que a Fifa está investigando o assunto", informou a Fifa em nota.

Além de Valcke, a Uefa informou que também enviou sua reclamação para Cornel Borbely, procurador suíço principal investigador de ética da Fifa, e Domenico Scala, chefe do comitê independente de auditoria. Platini é atualmente o principal candidato para a eleição ao comanda da Fifa.