Festival de Pesca de Cáceres reúne 100 mil pessoas em cinco dias

| guiratinga | prefeitura amplia distribuição de água no distrito do alcantilado

Cerca de 100 mil pessoas participaram do Festival Internacional de Pesca Esportiva (Fipe), em Cáceres, a 220 km de Cuiabá, nos últimos cinco dias. O evento tem o maior campeonato de pesca de água doce do mundo. Um total de 186 equipes, compostas por 500 pessoas, saíram de barco pelo Rio Paraguai em busca do maior peixe.

Além do campeonato de pesca, o evento contou com apresentações culturais, shows, feira náutica, campeonatos de vôlei de praia, futebol de areia, handebol de areia e outras modalidades.

A pesca começou no sábado (13). Só pode participar quem estivesse de canoa e sem vara na linhada. Já no domingo (14), os competidores chegaram cedo à praia para preparar as iscas e ganhar a competição usando barco a motor.

Os pescadores Sebastião Surubi e Benedito Jorge Rodrigues usaram uma isca diferente. Eles faziam churrasco durante a pesca, já que, segundo Sebastião, o cheiro da carne atrai os peixes. “Se você fosse um peixe não escolheria uma coraçãozinho?”, brincou o pescador.

O pescador profissional Gilmar Reis já ganhou muitos prêmios nas competições e conta que o segredo é achar o lugar certo. “Já ganhamos 14 carros, 50 motores, 50 barcos, mais seis motos e, em dinheiro uns, R$ 40 mil reais. O segredo é o lugar certo, dá sorte em puxar o peixe e ter isca”, disse Gilmar.

Após os fogos que sinalizaram a largada, os competidores apostaram corrida para pegar o melhor lugar. Para ganhar, a equipe precisa pegar muitos peixes. Vence quem pontuar mais. Cada peixe, tem uma pontuação diferente.

Depois de pescar, o competidor tem que chamar os fiscais. Eles medem o peixe e depois devolvem o animal ao rio. Se por acaso, o peixe morrer, a equipe perde 200 pontos. No evento, foi sorteado umr carro zeo quilômetro para as equipes. O prêmio para quem pegou o maior peixe foi um motor 25 HP. Para pescaria embarcada, o prêmio foi R$ 20 mil reais.