Festa das Nações chega a 7ª edição com mais de 600 voluntários na organização

festa das nações chega a 7ª edição com mais de 600 voluntários na organização

"É preciso que cuidemos das nossas próprias atitudes e que sejamos luz e sal da terra para as pessoas". Com esse ensinamento, baseado no Evangelho de Mateus, o padre João Paulo Nolli, diretor espiritual da Comunidade Divina Providência, celebrou a missa de envio dos 600 voluntários que trabalham para a realização da Festa das Nações. A missa foi celebrada no local do evento, que nesta sexta-feira entra na sétima edição.
A Festa das Nações é uma realização da Associação Divina Providência e tem como foco arrecadar recursos para a manutenção da casa terapêutica que atende pessoas dependentes de álcool e entorpecentes.
De acordo com a organização do evento, ainda restam alguns ingressos que podem ser adquiridos nas Casas de Carne Celeiro e no escritório da Divina Providência.
São colocados à venda 10 mil ingressos, sendo 5 mil para a sexta-feira e outros 5 mil para o sábado. "Pedimos que as pessoas não deixem para comprar no local, pois há algumas edições da festa todos os ingressos são vendidos antecipadamente, e quem deixa para comprar na hora infelizmente não tem encontrado. Como temos a preocupação em atender bem toda a sociedade que prestigia o evento não abrimos além dos 10 mil ingressos", explica Marco Túlio Duarte Soares, presidente da Comunidade Terapêutica.
A Festa das Nações se consolidou como a maior feira gastronômica da região sul de Mato Grosso e levará ao público, em dois dias, o melhor da culinária de oito nações e três regiões brasileiras, aliando assim cultura e solidariedade.
O valor de ingresso é R$ 55,00 e R$ 35,00 para crianças de 6 a 10 anos e dá direito a servir em todas as tendas, com exceção das barracas de doces e bebidas.
A Festa terá início às 19h30 e segue até às 23h30, no Clube dos Funcionários da Fundação Mato Grosso, próximo ao Horto Florestal.