Férias! Quatro em cada dez brasileiros vão pagar até R$ 200 em diária de apê na temporada

crise econômica pode trazer oportunidades de investimento, avalia especialista

Junto com as férias e o verão, chega o desejo dos brasileiros de viajar. Segundo pesquisa divulgada nesta quarta-feira (14), quatro em cada dez brasileiros (41,8%) pretendem gastar entre R$ 101 e R$ 200 com o aluguel de imóveis para a temporada de férias. A faixa de preços foi a mais citada por todos os grupos de entrevistados. Em 2013, 30% das pessoas planejavam gastar o mesmo valor.

O levantamento, realizado pelo Mercado Livre Classificados, apontou que cresceu também a quantidade de pessoas que já alugaram algum imóvel pela internet. No final de 2014, 43,3% das pessoas entrevistadas disseram já ter utilizado a web para alugar um local para passar a temporada, contra 33,4% no mesmo período de 2013.

De acordo com o estudo, a internet como um canal para busca de imóveis pode estar ligada à experiência do internauta. As principais razões citadas para buscar um imóvel de temporada pela internet foram: a praticidade para encontrar o imóvel (53,4%); a variedade de imóveis (37,2%) e os preços mais baratos (24,7%).

Praias

As praias brasileiras são o destino mais procurado pelos entrevistados. Na pesquisa, mais de 64% das pessoas afirmaram preferir passar as férias no litoral. O segundo destino preferido são as montanhas (9,2%).

Poucos brasileiros preferem descansar curtindo o frio. De acordo com o estudo, apenas 4,7% dos entrevistados disseram planejar ir para algum lugar com neve.

Quanto à melhor época para aproveitar as férias, a maioria (29,3%) disse preferir os meses de janeiro e fevereiro para descansar. Os demais (28%) já estavam de malas prontas para aproveitar o final de dezembro e o começo de janeiro deste ano.

Infelizmente, o período de descanso não será tão longo, já que a maioria dos entrevistados (51%) pretende descansar no período entre uma e duas semanas. Para 18,4%, as férias serão de até dez dias e somente para 18%, o descanso vai durar um mês.

A pesquisa, realizada pelo MercadoLivre Classificados, ouviu 1.500 internautas no final de 2014.