Famílias de Cuiabá recebem doações; 500 cestas básicas foram entregues em uma manhã

As entregas foram realizadas na manhã de terça-feira (12.05) pela secretaria adjunta de Direitos Humanos da Setasc, Salete Morockoski

Foto por: João Milano

A campanha “Vem Ser Mais Solidário – MT unido contra o coronavírus”, liderada pela primeira-dama Virginia Mendes, em conjunto com a Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc-MT), entregou mais de 500 cestas básicas e kits de higiene para famílias carentes assistidas por três instituições que atuam em Cuiabá. Instituto de Recuperação, Proteção e Amparo à Mulher Dependente Química do Estado de Mato Grosso (Irpamdeq); Ong Beneficente Missão Emanuel; e Igreja Evangelho Quadrangular. As entregas foram realizadas na manhã de terça-feira (12.05).

A secretaria adjunta de Direitos Humanos da Setasc, Salete Morockoski, que realizou a entregas diretamente às famílias, destacou a importância dos cuidados, principalmente com as crianças, idosos e as pessoas que estão no grupo de risco.

“Trago um abraço da primeira-dama, Virginia Mendes, e da secretária Rosamaria Carvalho, que estão à frente da campanha e, neste momento tão necessário, levam mais dignidade às famílias em meio à crise sanitária”, disse a secretária.

A ONG Missão Emanuel atende 250 famílias carentes dos bairros Dr. Fábio I e II, Pedregal, Planalto, Jardim União, Jardim Vitória, Altos da Serra, Jardim Umuarama, entre outros.

Conforme o presidente da ONG, Paulo Sergio, a entidade realiza diariamente doações de cestas de alimentos perecíveis com frutas, legumes e verduras. E as cestas da campanha Vem Ser Mais Solidário servirão como complemento na alimentação básica das famílias.

“Essa ação era a força que precisávamos, neste período tão difícil. Temos entrado nas casas das famílias e percebemos que falta o básico que é o arroz, feijão, óleo e o açúcar. Obrigado Governo do Estado por esse presente”, agradeceu Paulo Sergio.

Há cinco anos a família da Alexandra de Souza, umas das beneficiadas pela campanha é atendida pela ONG. Ela conta que no momento ela e o marido se encontram desempregados e o auxílio emergencial do Governo Federal tem sido o sustento da casa.

“Agradeço a primeira-dama, Virginia Mendes, pela sensibilidade, ela que também é mãe, tem buscado ajudar nossas famílias, muitas pessoas aqui não têm o que comer, então essa comida vai nos ajudar por pelo menos uns vinte dias”, disse.

Outra família beneficiada pela iniciativa é a da Karilene Santana. Desempregada e com sete filhos, ela fala que a iniciativa será como um auxílio na alimentação das suas crianças.

“Fico feliz com o Governo do Estado e todos envolvidos, para nós as doações vieram na hora exata, essa comida vai nos ajudar da melhor forma possível, muitas dessas pessoas são totalmente necessitadas e precisam desse benefício”, disse.

A vice-presidente da Irpamdeq, Leticia Correia da Silva, lembrou que a ajuda em tempos de pandemia é necessária para amenizar o sofrimento das famílias. “Muitos chefes de famílias ficaram desempregados e sem condições para adquirir alimentos”.

O pastor Antônio Alves Ferreira, presidente do Conselho Estadual de Diretores da Igreja do Evangelho Quadrangular em Mato Grosso, ressaltou a parceria entre instituição e o Governo de Mato Grosso.

“Ficamos muito agradecidos por essa parceria. A igreja por si só não tem condições suficientes para ajudar a comunidade, por isso o apoio do Estado é fundamental”, pontuou.

Vem Ser Mais Solidário

O Governo do Estado de Mato Grosso adquiriu 50 mil cestas básicas e também está arrecadando doações para ampliar o número de famílias atendidas pela campanha.

Um ponto de recebimento da campanha está instalado na Arena Pantanal. E quem preferir poderá doar recursos diretamente na conta bancária especial, aberta exclusivamente para isso: Banco do Brasil, agência 3834-2, conta corrente número 1.042.810-0 (CNPJ 03.507.415/0009-00). Todas as doações serão revertidas para compra de cestas básicas.

Os alimentos recebidos estão sendo repassado às famílias carentes por meio de grupos e entidades, priorizando as pessoas em situação de extrema vulnerabilidade. As entidades interessadas precisam enviar solicitação para o e-mail [email protected]