Falha geológica que pode causar o ‘maior terremoto da história dos EUA’ expele líquido estranho

Picture of R7

R7

Falha liberou liquido quente e quimicamente distinto - Reprodução/YouTube

Falha geológica que pode causar o ‘maior terremoto da história dos EUA’ expele líquido estranho

Compartilhe:

Um líquido quente e quimicamente diferente foi expelido por uma falha abaixo da superfície do Oceano Pacífico, perto da cidade de Newport, nos EUA. Há anos a região ameaça desencadear um terremoto de magnitude 9, o que o tornaria o mais devastador da história do país, e a nova descoberta pode ajudar a identificar possíveis tremores no futuro.

Um artigo, publicado em 25 de janeiro na Science Advances, descreve a fonte subaquática, Pythia’s Oasis, como única e que revela um estresse no limite da placa tectônica norte-americana.

“Eles exploraram naquela direção e o que viram não foram apenas bolhas de metano, mas água saindo do fundo do mar como uma mangueira de incêndio. Isso é algo que eu nunca vi e, pelo que sei, nunca foi observado antes”, afirmou Evan Solomon, professor de oceanografia e co-autor da pesquisa.

A descoberta foi feita durante um atraso do navio RV Thomas G. Thompson, após o sonar da embarcação mostrar nuvens inesperadas de bolhas saindo do fundo do mar. Um robô foi enviado para explorar a região e revelou que havia um fluido 9°C mais quente que a água saindo da falha.

Cálculos sugerem que o fluido está vindo direto do megaimpulso de Cascadia (também chamado de “The Big One”), o maior terremoto já previsto nos Estados Unidos, onde as temperaturas são estimadas em 150°C a 250°C.

Solomon completou dizendo que o fluido liberado é uma má notícia, pois ele funciona como um lubrificante que diminui os estresse entre o atrito das duas placas e que com menos desse líquido, maiores as chances de um tremor de alta magnitude.

Deixe um comentário

Veja Também

Quer ser o primeiro saber? Se increve no canal do PH no WhatsApp