Ex-paquita Ana Paula ‘pituxita’ acusa marido de agressão após descobrir traições

Arquivo pessoal

A ex-paquita Ana Paula Almeida, a Pituxita, de 42 anos, teria sido agredida pelo marido, o empresário José Roberto Barbosa, de 54 anos, na manhã desta terça-feira (16), na casa em que eles moram no Recreio dos Bandeirantes, Zona Oeste do Rio.

A agressão teria acontecido durante uma discussão do casal depois de Ana Paula o acusar de tê-la traído. Ela alega que descobriu as traições (ele frequentava casas de prostituição) no celular do empresário.

Por já ter sido agredida por ele outras vezes, segundo ela conta, Ana Paula resolveu filmá-lo e, nesse momento, José Roberto teria ficado transtornado e a empurrado com força para pegar o celular.

Ela teria caído no chão e sofrido vários arranhões nos braços e na boca. Com medo, ela teria fugido de casa para procurar ajuda.

Segundo a assessoria de imprensa de Ana Paula, ela registrou boletim de ocorrência na 42ª DP (Recreio dos Bandeirantes). No momento, ela está fazendo exame de exame de corpo de delito no Hospital Municipal Lourenço Jorge, também na Zona Oeste.

“Quero levantar a bandeira da mulher, porque eu infelizmente não vivo aquele sonho de fadas que me pareceu”, disse Ana Paula no Instagram Stories.

De acordo com a assessoria de Ana Paula, não é a primeira vez que José Roberto a agride. Há seis anos, eles se separaram depois de uma briga. Na ocasião, o empresário teria agredido a ex-paquita e a expulsado de casa, junto com o filho deles, Davi, de 12 anos, com um pé de cabra. Segundo Ana Paula, o marido sofre de transtorno bipolar, distúrbio cuja característica mais marcante é a alternância de episódios de depressão e euforia. Quando reatou com o empresário, ela teria exigido que ele procurasse ajuda psiquiátrica e acreditou que ele fosse mudar.

Procurado por QUEM, José Roberto desmentiu a versão da ex-paquita. “Vou relatar tudo na delegacia, na 42ª DP. Não aconteceu nada e tenho provas contra isso. Não sou famoso, tenho que dar satisfação à Justiça. Sou um sujeito homem, trabalhador. E essa pessoa é totalmente descontrolada, destemperada. Vou entrar com um processo de calúnica e difamação contra ela. Agora ela se cortar, se mutilar, eu não vi… Saí correndo para evitar qualquer tipo de problema. Da última vez ela falou que eu a ameaçava de morte. Voltei para ela porque amo o meu filho e tenho pena de ele viver com uma pessoa como ela. A Justiça que vai ter que decidir. Aguardo ansiosamente a polícia apurar os fatos”, disse.

Reprodução/Instagram