Ex-Corinthians some e diz ter sido espancado por torcedores

O zagueiro Sergio Escudeiro, que defendeu o Corinthians entre 2009 e 2010, e também teve passagem pelo Coritiba, é pivô de uma história pra lá de confusa na Argentina.

Jogador do Belgrano, ele simplesmente sumiu dos treinos de sua equipe desde o dia 30 de outubro, sem dar qualquer explicação. Nesta quinta-feira (12), ele finalmente surgiu e deu satisfações sobre o desaparecimento para o técnico do clube, Ricardo Zielinski.

De acordo com o atleta, ele se envolveu em um acidente de trânsito em 30 de outubro. Ao descer para avaliar os danos no carro, ele foi reconhecido por alguns integrantes de torcida organizada do Talleres, rival do Belgrano, e alegou ter sido espancado. Por conta da surra, ele sofreu algumas lesões e teve que ser hospitalizada, sem dar qualquer notícia.

Perguntado sobre o que achava da história, o técnico do Belgrano não quis polemizar o assunto.

— Sei que ele teve problemas pessoais. Nós sempre soubemos o que estava acontecendo com ele e esperamos que ele se recupere de todos os problemas

Escudero não atua pelo Belgrano desde 13 de julho, quando rompeu os ligamentos cruzados do joelho. Ele tem contrato com o clube até o final do ano e ainda não renovou o vínculo.