Evento sobre cuidados e prevenção da hipertensão é realizado na Praça Brasil

estado amplia procedimentos cirúrgicos em rondonópolis



A equipe da Secretaria de Saúde de Rondonópolis (MT), através do departamento das ações programáticas, está na Praça Brasil, das 8h a 11h, realizando uma ação no Dia Nacional da Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial, celebrado nesta quarta-feira (26). O objetivo é orientar a população sobre os cuidados e prevenção da hipertensão.

Na parte da tarde, a partir das 14h às 18H, a equipe da Secretaria de Saúde vai realizar os trabalhos no Fórum da cidade. A expectativa é que cerca de 350 funcionários do local participem da ação.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Hipertensão, anualmente quase trezentas mil pessoas morrem no Brasil de doenças cardiovasculares, mais da metade por causa da pressão alta. As doenças cardiovasculares são responsáveis pelo maior número de óbitos no Brasil, seguido por mortes por câncer e causas externas como violência.

A pressão alta atinge 30% da população adulta brasileira, chegando a mais de 50% na terceira idade e está presente em 5% das crianças e adolescentes no Brasil. É responsável por 40% dos infartos, 80% dos acidentes vascular cerebral (AVC) e 25% dos casos de insuficiência renal terminal.

A hipertensão é grave, também, por ser uma "inimiga silenciosa", pois muitas vezes o paciente não sente nada. As manifestações mais comuns são dor de cabeça, cansaço, tonturas e sangramento pelo nariz, mas que podem não ter uma relação de causa e efeito com a elevação da pressão arterial.

As graves consequências podem ser evitadas, desde que os hipertensos conheçam sua condição e mantenham-se em tratamento. Apenas 23% dos hipertensos controlam corretamente a doença, 36% não fazem controle algum e 41% abandonam o tratamento, após melhora inicial da pressão arterial.