EUA dizem que capturaram brasileiro foragido com câmera térmica, sem tiros e com ajuda de cachorro

Picture of R7

R7

Danilo Cavalcante estava foragido havia 14 dias depois de ter escapado da prisão - Reprodução

EUA dizem que capturaram brasileiro foragido com câmera térmica, sem tiros e com ajuda de cachorro

Polícia diz que brasileiro tentou escapar, mas cachorro impediu nova fuga

Compartilhe:

O brasileiro Danilo Cavalcante foi capturado pela polícia após ficar 14 dias foragido na Pensilvânia, nos EUA, nesta quarta-feira (13). Em coletiva de imprensa, a polícia informou que o criminoso tentou escapar quando percebeu que estava cercado, mas um cachorro impediu uma nova fuga.

Segundo o governador da Pensilvânia, Josh Shapiro, a prisão ocorreu sem disparo de armas de fogo e sem feridos.

Segundo a polícia, o brasileiro está em bom estado de saúde.

O primeiro indicativo de que a polícia estava próxima de localizar o brasileiro foi o disparo do alarme de uma casa na noite desta terça-feira (12). Um helicóptero então foi acionado para fazer uma varredura com uma câmera que detecta sinal de calor. O cerco foi formado durante a noite, até o brasileiro ser preso, no início da manhã.

Mais de 500 agentes, além de helicópteros, drones e carros blindados, foram mobilizados para localizar o fugitivo, que foi classificado como “extremamente perigoso”.

Cavalcante foi condenado à prisão perpétua pelo assassinato a facadas da namorada em frente aos dois filhos dela em 2021. Ele conseguiu fugir da cadeia dias após receber a sentença escalando os muros da unidade prisional em que estava, no condado de Chester.

Durante as duas semanas de fuga, ele foi flagrado por câmeras de segurança. Dessa forma, a polícia descobriu que o foragido havia raspado o cabelo e a barba.

Ele também roubou uma van e dirigiu cerca de 40 km antes de abandonar o veículo e seguir caminhando por uma região de mata.

Na segunda-feira (11), Cavalcante roubou um rifle de calibre 22 de uma casa e quase foi baleado pelo morador, que reagiu com tiros de pistola.

As autoridades americanas ofereceram US$ 25 mil, cerca de R$ 125 mil, de recompensa pela prisão do brasileiro.

Deixe um comentário

+ Acessados

Veja Também

Quer ser o primeiro saber? Se increve no canal do PH no WhatsApp