Estudante de Harvard entrevista Zeca Viana para pesquisa sobre participação política do agronegócio

pedro taques é filiado ao psdb em ato para 5 mil pessoas e líderes nacionais



A estudante de doutorado da Universidade de Harvard, em Chicago (EUA), Belén Fernández Milmanda, realiza pesquisa sobre a participação política do setor agropecuário na Argentina e no Brasil. Ela entrevistou o deputado Zeca Viana (PDT-MT) nessa quinta-feira (13) como parte do estudo.

Belén procurou saber como se dá a escolha por parte das organizações e líderes rurais para a atuação na política e nos partidos, que tipo de contribuição eles podem fazer e como avaliam o setor público. A doutoranda vai ouvir outras lideranças do setor em Mato Grosso, entre eles o vice-governador Carlos Favaro.

“Temos vontade de fazer, de transformar as coisas na política. A política é a forma de você transformar situações, mudar sonho para realidade. Fazer acontecer”, afirma Zeca Viana sobre motivações de atuar na arena política. “Há uma dificuldade do Estado de Mato Grosso para investimento e financiamento no setor agropecuário”, completa.

Zeca Viana esclareceu ainda que os novos políticos do agronegócio representam mudanças urgentes cobradas pelas comunidades no interior ou nos grandes centros.

“A agropecuária é importante para o Brasil. Então, se tem alguém do setor que conhece, é melhor. A mentalidade do produtor é diferente do político tradicional. Nós podemos contribuir, gostamos de fazer. O político tradicional tem mania de empurrar com a barriga”, argumenta.

Ao responder o questionamento para comparar a vida de produtor rural e participação política, Zeca Viana destaca que os líderes rurais têm dificuldade de atuar no mundo político, porque precisam se dedicar à produção e à propriedade.

O deputado afirma também que seu grupo político em Primavera do Leste avaliou participar da política ao observar a política dos Estados Unidos, onde há na bancada, produtores no Congresso. Ele também argumenta que não há rejeição de nenhuma agremiação política à participação do produtor como filiado ou candidato.