Equilíbrio desejável

A Dor não é um fatalismo

Quando o ser humano respeitar o ser humano, aí sempre haverá solução para qualquer problema, por pior que seja, porque ele não vai pensar só com o cérebro; usará também o coração. O ideal é chegarmos ao ponto de raciocinar com o órgão do sentimento e sentir com o cérebro, posto que as qualidades de um estarão iluminando as do outro. Aí haverá o equilíbrio desejável para o sucesso.

José de Paiva Netto ― Jornalista, radialista e escritor. 

paivanetto@lbv.org.br — www.boavontade.com




 

Serviço — E-book A Esperança não morre nunca (Paiva Netto). Você pode baixar gratuitamente o livro digital e/ou audiolivro acessando www.paivanetto.com/esperanca