Entidades que representam pessoas com deficiências são beneficiadas com doações

Foto por: Jana Pessôa/Setasc-MT

Buscando amenizar os impactos da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), a campanha “Vem Ser Mais Solidário – MT unido contra o coronavírus” tem beneficiado entidades filantrópicas de diversos segmentos. Nesta quarta-feira (20.05), foram beneficiadas, com cestas básicas contendo alimentos e kits de produtos de higiene pessoal e limpeza, a Associação Mato-grossenses dos Deficientes (AMDE) e a Associação dos Surdos de Mato Grosso, instituições que atendem pessoas com deficiências.

A campanha é liderada de forma voluntária pela primeira-dama do Estado, Virginia Mendes, e realizada pela Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc). A secretária adjunta de Cidadania da Setasc, Rosineide Porcionato, representou a primeira-dama e a secretária da Setasc, Rosamaria Carvalho, e enfatizou que a iniciativa busca atender todas as famílias em vulnerabilidade social, principalmente o que estão no grupo de risco, como, por exemplo, as pessoas com algum tipo de deficiência.

Foto por: Jana Pessôa/Setasc-MT

“É momento de urgência e estamos trabalhando para que estes alimentos cheguem o mais rápido possível aos que mais precisam. O Governo de Mato Grosso não tem medido esforços para levar solidariedade e união neste momento de pandemia”, destacou Rosineide.

A Associação Mato-grossenses dos Deficientes (AMDE) foi beneficiada com a doação de 120 cestas básicas. Fundada em 1983, a AMDE é uma associação sem fins lucrativos e uma das mais antigas de Cuiabá na luta e defesa dos direitos das pessoas com deficiência. Os associados têm uma diretoria que os representa e que está sempre em busca de melhorias para todos, seja no lazer, transporte, emprego, acessibilidade, visando sempre a inclusão social da pessoa com deficiência.

A presidente da entidade, Rosilene Garcia de Souza, que recebeu os mantimentos, enfatizou a importância da iniciativa e lembrou que a AMDE sobrevive de doações e qualquer um pode contribuir para a continuidade dos atendimentos.

Foto por: Jana Pessôa/Setasc-MT

“Foi muito bom receber essa ajuda maravilhosa da primeira-dama e toda a sua equipe. Nos mantemos por meio de doações, realizamos encaminhamos das pessoas para o mercado de trabalho, fazemos doações de frutas, alimentos e recentemente perdemos tudo, então neste momento dependemos da união de todos. Quem quiser contribuir conosco e ajudar quem realmente precisa será muito bem vindo”, externou a presidente.

Os pais do pequeno Davi, de quatro anos, atendido pela associação, foram alguns dos beneficiados pelas doações. O casal relatou que Davi nasceu com macrocefalia e hidrocefalia e por este motivo precisa de cuidado especial. Sem trabalhar e com o marido desempregado, a mãe do menino, Claudinéia Maciel, explica que a situação que se encontram é extremamente delicada. “Os alimentos chegaram na hora certa. Além do Davi, temos mais dois filhos para criar e estas doações vão ajudar muito”, disse.

Foto por: Jana Pessôa/Setasc-MT

As famílias atendidas pela Associação de Surdos de Mato Grosso, entidade que luta pela participação significativa dos direitos linguísticos dos surdos, também foram beneficiadas com a doação de 75 cestas. A Associação tem como foco promover melhorias dos atendimentos à comunidade surda, visando assegurar as pessoas com deficiência a plena participação social em igualdade de condições que as pessoas não deficientes.

“Vemos a necessidade das pessoas que nos procuram. Todas passando por uma situação problemática em meio a pandemia. Então quando a gente ouve esses relatos queremos ajudar. Agradecemos de coração por esta campanha da primeira-dama e da secretária Rosamaria, só tenho a agradecer”, disse o presidente da instituição, Rogério Belussi Miranda.

Foto por: Jana Pessôa/Setasc-MT

“Fico feliz pelo apoio, estamos sofrendo com este vírus, já temos dificuldades no dia-a-dia, e agora piorou, estamos sem renda e sem condições financeiras para comprar o básico, que é o alimento, então essa contribuição é um complemento importante”, destacou Roneide Pereira , uma das beneficiadas pela doação dos alimentos e que é assistida pela Associação de Surdos de Mato Grosso.

Outra entrega

O Instituto Desportivo da Criança (IDC) também foi beneficiado com as cestas da campanha Vem Ser Mais Solidário. A gerente do IDC, Selma Lopes, destacou a importância das doações que irão atender 500 famílias das crianças e adolescentes assistidas pela entidade.

João Milano

“Buscamos parcerias para entregas de alimentos, máscaras, álcool, que são coisas que eles estão tendo dificuldades de adquirir, durante esta pandemia. Ficamos imensamente alegres de poder contar com a parceria da primeira-dama, Virginia Mendes, e da secretária da Setasc, Rosamaria Carvalho, para atender essa demanda das famílias e não deixar que as nossas crianças passem necessidade básica, como a falta de comida”, agradeceu a gerente.

O IDC é uma organização sem fins lucrativos, que atua no processo educacional e de formação da cidadania de crianças e adolescentes no estado de Mato Grosso, nas cidades de Várzea Grande, Chapada dos Guimarães, Cuiabá e os Distritos do Sucuri e Nossa Senhora da Guia. O objetivo da entidade é atender crianças da rede pública de ensino, com idade entre 07 e 16 anos, no período do contra-turno escolar.

João Milano

Fernanda Ferreira é mãe de três crianças atendidas pelo IDC. Atualmente desempregada por causa da pandemia e com o filho mais velho doente, ela conta que a doação irá ajudar nas economias para manter a alimentação e o tratamento com medicamentos.

“Eu moro na minha casa com mais três filhos, não tenho ninguém que me ajude, sou a chefe de família. Há alguns meses trabalhava como diarista, mas por causa do isolamento fui mandada embora e sem o dinheiro, a situação está bem difícil. Agradeço pela ajuda”, relatou Fernanda.

A família da Nádia Caroline também foi atendida pela campanha. Conforme ela, as despesas da casa estão sendo mantidas apenas pelo marido que trabalha como autônomo. “O que está ajudando são as diárias do meu marido, já estou sem condições, até para fazer compras, os alimentos doados vieram em boa hora”, disse.

João Milano

Faça parte da campanha

Se você quer ajudar, é possível doar alimentos ou itens de limpeza diretamente na Arena Pantanal. Quem preferir poderá doar recursos diretamente na conta bancária especial, aberta exclusivamente para isso: Banco do Brasil, agência 3834-2, conta corrente número 1.042.810-0 (CNPJ 03.507.415/0009-00). Todas as doações serão revertidas para compra de cestas básicas. As entidades interessadas precisam enviar solicitação para o e-mail [email protected]