Empresas do agro de Rondonópolis estão com 57 vagas de emprego abertas

Picture of Da Assessoria

Da Assessoria

Cidade tem limite de contratações para campanha eleitoral Da Assessoria

Empresas do agro de Rondonópolis estão com 57 vagas de emprego abertas

Companhias são parceiras do projeto Redes, realizado pela Fundação Bunge na cidade

Compartilhe:

Empresas parceiras do projeto Redes, ligadas ao setor do agronegócio em Rondonópolis , estão com 57 vagas de emprego abertas. Liderado pela Fundação Bunge, o Redes busca promover a inclusão de pessoas com deficiência e jovens no mercado de trabalho. As vagas não são exclusivas para jovens e pessoas com deficiência, mas estes podem se inscrever para participar dos processos seletivos pelo e-mail: [email protected]

As vagas são para auxiliar e assistente administrativo, ajudante de secador, ajudante de lavoura, operador agrícola, analista e assistente de TI, eletricista, analista de recrutamento e seleção, assistente de almoxarifado, auxiliar de limpeza, coordenador de frota e manutenção, eletricista agroindustrial, eletricista predial e cozinheiro.

Leia mais sobre o assunto: Região de Rondonópolis admitiu 9.874 pessoas em abril, segundo Caged

De janeiro a maio deste ano, 145 contratações foram realizadas em Rondonópolis a partir do Redes. Foram 116 de jovens aprendizes e 29 de pessoas com deficiência. Desse total, 40 pessoas foram contratadas para trabalhar em empresas do setor do agronegócio.

O projeto reúne mais de 50 instituições, entre as maiores empresas que atuam na região de Rondonópolis, organizações do terceiro setor e instituições de ensino e poder público. Desde 2022, 475 pessoas foram contratadas a partir do projeto.
O Redes surgiu da necessidade de fazer cumprir duas leis importantes para o desenvolvimento econômico e a inclusão social na cidade de Rondonópolis: a Lei da Aprendizagem, que determina que todas as empresas de médio e grande porte devem contratar de 5% a 15% de jovens entre 14 e 24 anos; e a Lei para pessoas com deficiência, que garante a inclusão no mercado de trabalho de pessoas com algum tipo de deficiência.

Desde as primeiras ações, em 2018, cerca de 4 mil pessoas já foram envolvidas em ações como rodas de conversa e visitas técnicas para sensibilização da população, palestras e seminários, feira de empregabilidade e serviço de mentoria.

A Fundação Bunge

A Fundação Bunge, entidade social da Bunge no Brasil, há mais de 60 anos atua para gerar impactos positivos na sociedade em territórios e setores estratégicos para a Bunge, fomentando a diversidade com promoção dos direitos humanos por meio da inclusão produtiva e do estímulo à economia de baixo carbono, estimulando a ciência e a preservação da memória

. A Fundação é o pilar social da Bunge, líder mundial no processamento de sementes oleaginosas e na produção e fornecimento de óleos e gorduras vegetais especiais, que tem como propósito conectar agricultores a consumidores para fornecer alimentos, nutrição animal e combustíveis essenciais para o mundo.

Valorizamos nossas parcerias com os agricultores para melhorar a produtividade e a eficiência ambiental da agricultura em nossas cadeias de valor e para levar produtos de qualidade de onde eles crescem para onde são consumidos.

Ao mesmo tempo, colaboramos com nossos clientes para pensar e criar o futuro dos alimentos, desenvolvendo soluções personalizadas e inovadoras para atender às necessidades e tendências alimentares em evolução em todas as partes do mundo.

Fique por dentro das discussões e atualizações sobre esse tema. Acompanhe o Instagram e Twitter do Primeira Hora.

Deixe um comentário

Veja Também

Quer ser o primeiro saber? Se increve no canal do PH no WhatsApp