Empaer instala vitrine tecnológica voltada para agricultura familiar

A unidade, montada em uma área de cinco metros quadrados no Parque de Exposições Jonas Pinheiro, é aberto tanto a produtores quanto para a população em geral

Empaer Unidade de demonstração familiar - Foto por: Marcos Vergueiro/Secom-MT

A Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer) montou uma Unidade de Demonstração (vitrine tecnológica) voltada para a agricultura familiar, no Parque de Exposições Jonas Pinheiro, em Cuiabá, durante o Dia de Negócios da Pecuária (Dinepec), realizado na quinta e sexta-feira (17 e 18.10), com a proposta de debater a modernização da pecuária de corte no Estado.

A unidade, montada em uma área de 5 mil metros quadrados é composta por 43 canteiros, de 15 metros quadrados cada, com diferentes hortaliças, frutíferas, feijão, arroz, trigo, milho, mandioca, flores tropicais e plantas medicinais, entre outros.

Segundo o engenheiro agrônomo e extensionista da Empaer, Lucas Estevão da Silva Freire, o espaço é aberto tanto ao agricultor familiar quanto para a população em geral, inclusive para crianças e escolas que queiram conhecer como funciona uma área agrícola. “Estamos abertos todos os dias no horário comercial (entre 08h e 18h), inclusive nos finais de semana em que o parque esteja funcionando”.

Ele acrescenta que a unidade não será desmontada com o final do Dinepec. “Estamos aqui há pouco mais de três meses (ainda está tudo no primeiro plantio) e esperamos continuar por mais um ou dois anos, para que possamos ter melhores condições de apresentar o resultado deste trabalho”.

Para a construção da unidade foi realizada análise do solo da área, para verificar sua textura e química e avaliar a capacidade de produção e fertilidade, já que, para trabalhar com segurança em qualquer área, deve se analisar o solo antes do plantio para detectar possíveis problemas nutricionais, identificando sua fertilidade e potencial.

Ele explica que a proposta é mostrar ao agricultor familiar técnicas passíveis de serem implementadas e como superar possíveis dificuldades no dia a dia de sua atividade. “São técnicas simples, nada sofisticadas, disponíveis para todos, não importando a capacidade financeira de cada um. Queremos mostrar ainda, de forma prática, manejos rápidos que ele pode fazer ou algum erro que possa estar cometendo”, completou.

Empaer Unidade de demonstração familiar
Créditos: Marcos Vergueiro/Secom-MT

A zootecnista da Empaer, Mikaelly Sales Frois, proferiu uma palestra sobre bem estar animal. Foto: Marcos Vergueiro

Bem estar animal

Além da Unidade de Demonstração para a Agricultura Familiar, a Empaer participou do evento com uma palestra sobre bem estar animal, proferida pela zootecnista Mikaelly Sales Frois. Segundo ela, atualmente a maior preocupação cestá relacionada à produção em larga escala.

Não só a qualidade da carne está diretamente ligada ao bem estar do animal, a União Europeia, um dos importadores da carne mato-grossense, leva em consideração que os animais são seres sencientes, isto é, passíveis de sofrimento e sentimento.

“Como eles sofrem, é preciso que sejam criados em ambientes que minimizem seu estresse, para que o resultado seja uma carne de melhor qualidade e, consequentemente, que favorece sua exportação”, disse, acrescentando que o estresse eleva o PH da carne, reduzindo o seu tempo de prateleira, isto é, de consumo.

Concluindo, ela explica que que os cuidados para garantir o bem estar do animal são manejo nutricional adequado; protocolo vacinal, em que todos os equipamentos utilizado estejam esterilizados, para que não haja nenhuma contaminação por agente infeccioso; manejo de pastagem, para se ter certeza de que na seca não faltará alimentos; e instalações que facilitem o livre acesso à alimentação, à água de qualidade e sanidade.