Empaer estuda viabilidade de explorar o turismo rural em Nova Marilândia

Empaer estuda viabilidade de explorar o turismo rural em Nova Marilândia

Foram realizadas 10 visitas em propriedades rurais e pontos turísticos que podem ser explorados como alternativa de renda e negócio

A Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer), atendendo a uma solicitação da Prefeitura de Nova Marilândia e da Câmara Municipal, realizou nesta semana visitas técnicas para avaliar a viabilidade de um roteiro turístico rural. O objetivo foi identificar as propriedades com possíveis potenciais turísticos.

A reunião realizada na Câmara Municipal, nesta quinta-feira (02.12), contou com a presença do prefeito Jefferson Souto e da presidente da Câmara Municipal, vereadora Maria Aparecida Fernandes Picalho, que ouviram atentamente a apresentação do técnico da Empaer Geraldo Lucio Donizete, especialista em turismo rural no Estado.

Ele destacou aos gestores a importância da iniciativa que contribui e permite a diversificação das atividades no campo, gerando trabalho e renda alternativa para os produtores, bem como incentiva o associativismo entre eles, proporcionando benefícios econômicos, sociais e ambientais a região.

Geraldo lembrou que foi durante uma de suas palestras sobre o assunto que gerou a demanda da visita técnica. “Na ocasião, fui convidado para realizar o trabalho em Nova Marilândia que será a estruturação de roteiros e projetos individuais que serão colocados em prática a médio e longo prazo”.

Na reunião na Câmara Municipal foi apresentada a logística do trabalho e sua importância Foto: Empaer-MT

O prefeito frisou que a economia do município é pautada nas cadeias produtivas da avicultura e na pecuária de corte e leite. Ele vê no turismo rural uma oportunidade de agregar valor aos serviços e produtos do campo, resgatando, assim, a importância cultural e natural da cidade.

“O turismo rural surge como alternativa de renda, um negócio que proporciona aos produtores rurais manter suas propriedades produtivas, além de gerar empregos à população local. Também desperta a consciência e compreensão ecológicas, transformando os moradores, de forma espontânea, em agentes conservadores da natureza, sobretudo à medida em que percebem o turismo como fonte de economia”.

Já a presidente da Câmara Municipal, vereadora Maria Aparecida, destacou que viu a importância do turismo rural, por isso, coordenou toda agenda da visita técnica.

“Vamos acompanhar de perto o processo e, se possível até na articulação de leis especificas que possam fundamentar o turismo rural na cidade. Vamos apoiar o Poder Executivo no que for necessário e junto com a Empaer oferecer a estrutura necessária para desenvolver o projeto”.

Foram realizadas 10 visitas em propriedades rurais e pontos turísticos com registro de imagem e o contato direto com os agricultores. Depois de catalogado será montado um projeto pela Empaer com a participação da Prefeitura, Câmara Municipal e apoiadores.

Durante as visitas, equipes das Secretarias de Agricultura e Esporte e Turismo e dos escritórios da Empaer de Nova Marilândia e Nortelândia acompanharam todo trabalho.

As propriedades e locais visitados foram: Sitio dona Lia, Point Beira Rio, Rancho do Mauro, Fazenda Paulista, Encontro dos Rios, Prainha do Futuro, Cachoeira do Zago, Arruda Beer, Rancho Moura e Fazenda Mafa.

Visita em uma das propriedades rurais com potencial turístico Foto: Empaer-MT

Noticias Relacionadas