Em protesto, garotos vão de saia ao colégio após serem proibidos de usarem shorts

Garotos usam saia no colégio após proibirem shorts
Duncan/Triangle News



Cerca de 9 garotos entre 13 e 15 anos foram ao seu colégio vestidos de saia após terem sido proibidos pela instituição de usarem short ou bermudas, mesmo com as altas temperaturas na cidade de Chesire, noroeste da Inglaterra.

Os meninos do nono ano da Poynton High School pegaram emprestado as saias das garotas de suas salas para se manifestarem contra a política da escola, que diz que “nenhum aluno ou aluna pode usar shorts ou bermuda nas dependência do local”.

A Inglaterra se encontra em pleno verão e passa por uma onda de calor que atinge os 33 graus celsius.

Os pais dos meninos demonstraram apoio ao protesto, alegando que é ridículo as garotas poderem usar saias enquanto os rapazes são obrigados a vestir as calças do uniforme durante a estação mais quente do ano.

Os próprio funcionários do colégio aplaudiram a atitude, alegando ser inteligente uma “manifestação rídicula”.

A mãe de Eddie Duncan, Cat Duncan, afirmou ao portal Daily News que foi seu filho arquitetou o plano de manifestação e acredita que a política do colégio deveria mudar.

“Mesmo quando não estiver calor no país, os adolescentes precisam ter a flexibilidade de se sentir a vontade com o que querem vestir na escola. Se o problema for o logo do uniforme, é só começarem a produzir shorts com a marca de Ponyton”, disse a mãe de 45 anos.

Eddie usou a política de ‘unifor unisex’ da escola para realizar o protesto. “Já que é unisex, os garoto podem usar saia, não?”, ironizou sua mãe. “Há tantas regra ridículas. As crianças no primário podem vestir bermudas e não são questionados”, afirma.

Segundo Cat, seu filho e seus amigos se orgulharam do ato e esperam que, mesmo não de forma imediata, consiga impactar e mudar as regras de sua escola.

David Waugh, diretor de Poynton High, disse que o protesto do uniforme mostrou uma lição de direitous humanos que ensinou sobre discriminação de gênero.

“O código de uniforme da escola segue um padrão neutro e short/bermudas são proibidos tanto para meninos como meninas”, disse. “De qualquer forma, temos um grupo que já está discutindo uma nova política para as vestimentas de nossos alunos quando for verão”, afirmou o diretor.

Activist Eddie Duncan (left) with his mum Cat Duncan. The 13-year-old masterminded the scheme to challenge the 'ridiculous' policy Eddie Duncan, de 13 anos, com sua mãe (Cortesia de Triangle News/Reprodução via facebook)