Em posse de Conselho, Renivaldo comenta experiência no funcionalismo público e diz que vai cobrar desempenho de acordo com condições de trabalho

Em posse de Conselho, Renivaldo comenta experiência no funcionalismo público e diz que vai cobrar desempenho de acordo com condições de trabalho

Cerca de 20 pessoas estiveram presentes na solenidade, entre membros titulares e novos que representam entidades como OAB, CAU, CREA e Abenc

Anunciado pelo prefeito Emanuel Pinheiro como novo secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico e Sustentável desde o último dia 23 de junho e efetivamente a frente da Pasta desde a última sexta-feira (25), Renivaldo Nascimento participou na manhã desta terça-feira (29), no auditório do Palácio Alencastro da posse dos novos membros do Conselho Municipal de Meio Ambiente. Na ocasião, o gestor ressaltou a experiência como servidor público estadual na Secretaria de Fazenda, na área de fiscalização e disse que vai cobrar apenas o que existem condições mínimas para ser executado.

“Assumi desde sexta-feira (25) a Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano e Sustentável, uma responsabilidade muito grande que o prefeito Emanuel Pinheiro me convidou. A Secretaria de Meio Ambiente é uma das principais e mais importantes Pastas dentro da estrutura governamental do Município. Estou chegando agora de uma visita ao local onde será o hospital veterinário e vim da Câmara onde demos posse a Maria Avalone, segunda suplente. No caso específico aqui, eu me identificar bastante, porque eu sou fiscal de tributos da Secretaria Estadual de Fazenda há 34 anos e ultimamente desenvolvia algumas atividades de fiscalização, sendo que há 9 anos eu estava como julgador em primeira instância. Então, é tranquilo para mim essa situação, eu conheço todo o trâmite de julgamento dentro da Secretaria de Fazenda e estou procurando saber agora aqui. Uma certeza que vocês podem ter sobre mim e que pratico no meu dia a dia é que o errado se corrige e que quero criar as condições necessárias para que os serviços se desenvolvam. Eu não posso cobrar nada de ninguém se a pessoa não teve a condição mínima necessária para desenvolver o trabalho”, disse o secretário Renivaldo Nascimento.

O presidente do Conselho Municipal de Meio Ambiente, Paulo Borges explicou um pouco do papel do órgão no Executivo Municipal e também um pouco do trabalho dos conselheiros.

“É importante a vinda de uma pessoa extremamente preparada, que conhece a realidade da cidade e veio com uma cabeça nova, para produzir e trazer resultado para cidade. Nós temos alguns projetos que você vai nos ajudar muito. Aqui nós estamos retomando o trabalho do Conselho Municipal, que tem caráter consultivo, deliberativo, recursal, que tem como uma das principais atividades o julgamento de segunda instância, ou seja, após o ato de infração, é feito o devido processo legal, onde o secretário tem uma estrutura de primeira instância que faz o julgamento e depois, a grande maioria desses processos chega ao nosso Conselho em segunda instância, onde são divididos entre os conselheiros, que são pessoas que doam o seu tempo, um trabalho extremamente importante. E o dinheiro revertido vai para o Fundo Municipal de Meio Ambiente e volta para a cidade, através de reforma de praça, aquisição de mudas e outras ações da Secretaria”, explicou Borges.

Cerca de 20 pessoas estiveram presentes na solenidade, entre membros titulares e novos que representam entidades como Organização dos Advogados do Brasil (OAB), Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU), Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA) e Associação Brasileira de Engenheiros Civis (Abenc). “Cada processo tem uma história de vida. O objetivo é fazer o melhor para o meio ambiente, respeitando as leis”, disse a conselheira Celia Regina, representante da Abenc.

Confira AQUI ou anexo na Gazeta Municipal de Cuiabá os conselheiros que tomaram posse no Conselho Municipal de Meio Ambiente de Cuiabá

Confira mais fotos

Noticias Relacionadas