Em ano de pandemia, Conab garante R$ 7 mil por agricultor familiar por meio do PAA

Foto: Agência Brasil

Mais de 31 mil agricultores familiares do país receberam apoio para a comercialização de 77,4 mil toneladas de alimentos. Para isso, foram investidos pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) R$ 223,2 milhões em 1.766 projetos do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). O recurso gerou uma renda média de R$ 7 mil por agricultor familiar beneficiado, contribuindo para a economia de 868 municípios brasileiros.

Direcionado a propostas aprovadas na modalidade Compra com Doação Simultânea (CDS), o orçamento destinado, em 2020, pelo Ministério da Cidadania foi uma das medidas adotadas pelo governo federal em face da crise econômica e social gerada pelas ações de enfrentamento à pandemia de COVID-19.

Entre os produtores atendidos pelo programa, aproximadamente 74% são mulheres. Com isso, cerca de 23 mil agricultoras familiares são responsáveis pelo fornecimento dos produtos doados pelo PAA. Outro público de destaque no programa são os Povos de Comunidades Tradicionais (PCTs), indígenas e quilombolas. Juntos, eles representam 15% dos agricultores contemplados no PAA.






O estado que recebeu o maior aporte foi a Bahia, com 15,45 milhões destinados para a agricultura familiar, seguido de São Paulo e Minas Gerais, com um com R$ 15,39 milhões e R$ 15,32 milhões respectivamente. Já com relação aos alimentos entregues nas unidades recebedoras, dentre os 284 tipos de produtos adquiridos pela Conab destacaram-se a banana, com R$ 20 milhões (9%) e 11,5 mil toneladas comercializadas, e a mandioca, que contou com apoio de R$ 18,2 milhões (8%) e possibilitando a entrega de 9,1 mil toneladas.

Emendas – Além dos recursos do Ministério da Cidadania, a Conab contou com verbas de emendas parlamentares. O aporte chegou a R$ 7,88 milhões. O maior volume destinado por meio dessas emendas foi para o Distrito Federal, com R$ 1,3 milhão. Amazonas e Tocantins também receberam cerca de R$ 1 milhão cada, de verba parlamentar voltada para o fortalecimento da agricultura familiar por meio do PAA.

A Compra com Doação Simultânea (CDS) tem como finalidade o apoio aos agricultores familiares, por meio de cooperativas e associações, a partir da compra de sua produção. Os alimentos adquiridos são destinados ao abastecimento da rede socioassistencial e também de Equipamentos Públicos de Segurança Alimentar e Nutricional, como restaurantes populares e cozinhas comunitárias.