Em 2015, setor da borracha contará com R$ 20 milhões para Pepro




O governo federal aprovou recursos no valor de R$ 20 milhões para 2015 para apoiar a comercialização de borracha da safra 2014/15 no país por meio de operações de Prêmio Equalizador Pago ao Produtor Rural e/ou sua Cooperativa (Pepro). O valor é o mesmo do ano passado e foi divulgado em Diário Oficial da União no dia 31 de dezembro na portaria interministerial nº 1.189, elaborada pelos ministérios da Agricultura, Pecuária e Abastecimento; da Fazenda e do Planejamento, Orçamento e Gestão.

Representantes do setor comemoraram a publicação em Diário Oficial ainda em 2014, o que garante que o recurso está incluso no orçamento da União, porém ainda pretende solicitar um aumento desse valor para as operações de Pepro da borracha. “Agora temos que pedir para aumentar o valor, pois ficaram os mesmos R$ 20 milhões de 2014 e vamos trabalhar para termos no mínimo o dobro”, afirma Ricardo Ferraz de Camargo, conselheiro da Associação dos Heveicultores de Mato Grosso (Ahevea).

No ano passado, ocorreram quatro leilões de Pepro para borracha no Brasil devido aos baixos preços conseguidos pelos produtores ao comercializar o quilo do látex. Os leilões ofertaram 47,1 mil toneladas, sendo que foram comercializadas 5,6 mil toneladas que gerou um valor de negociação de R$ 3 milhões.

Em Mato Grosso, os leilões ofertaram 4,6 mil toneladas de borracha, das quais foram negociadas 1,115 mil toneladas, que corresponde a 24,2%. As operações geraram um valor total de negociação de R$ 490,8 mil.