Edital possibilita a publicação de livro com coletânea de textos do professor Natalino Ferreira Mendes

O livro reúne textos com diferentes olhares sobre a cidade de Cáceres, das primeiras décadas do século XX até o contemporâneo

Capa do livro Letras Cacerenses - Foto: Divulgação

“Letras Cacerenses”, projeto contemplado no Edital MT Nascentes, da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT) tem o objetivo de preservar e divulgar a produção histórica e literária do professor Natalino Ferreira Mendes, historiador, jornalista, cronista memorialista e poeta cacerense. Natalino morreu em 2011, aos 87 anos, e deixou um legado não só para Cáceres, sua cidade natal, bem como para a história de Mato Grosso.

Com uma vida toda voltada à educação e ao serviço público, Natalino é uma personalidade que muito contribuiu para a construção da memória da cidade por meio das pesquisas e registros que realizou nos arquivos da Câmara e Arquivo Público do Município, construindo toda a base das suas obras sobre a história e a literatura da cidade.

O projeto reúne uma coletânea de textos com diferentes olhares sobre a cidade de Cáceres, das primeiras décadas do século XX até o contemporâneo. A coletânea é composta por textos colhidos em jornais dos arquivos públicos do município, foram digitados e sofreram atualização da linguagem, quando necessária.

O lançamento do Livro “Letras cacerenses” está previsto para o final do mês de abril, nas plataformas do Programa de Pós-Graduação em Estudos Literários da Universidade do Estado de Mato Grosso (PPGEL/Unemat), da Revista Literária Pixé e da Editora Carlini & Caniato, com sessões de palestras e debates capitaneadas pelos professores da equipe de execução do projeto. Também será realizado um lançamento virtual, com data a ser definida. A live contará com participação dos envolvidos do projeto.

Foram impressos 1 mil exemplares do livro, que já estão sendo distribuídos. Os exemplares serão destinados ao Sistema Estadual de Bibliotecas do Estado de Mato Grosso, bibliotecas públicas dos municípios que compõem a região de Cáceres, bibliotecas dos Campi da Unemat, para o Instituto Histórico e Geográfico de Cáceres (IHGC) que fará a distribuição através da Biblioteca Natalino Ferreira Mendes e para intercâmbio com outros Institutos Históricos, e para programas de Pós-Graduação da Unemat.

A filha do professor Natalino Ferreira Mendes, Olga Maria Castrillon-Mendes, é proponente do projeto e co-autora do livro, e conta com o apoio de Maria do Socorro de Sousa Araújo (ProfHistória/Unemat); Maristela Cury Sarian (ProfLetras/Unemat); Neuza Zattar (Unemat/IHGC); Walnice Aparecida Vilalva (PPGEL/Unemat); e Maria Elisabete Nascimento de Oliveira (Cefapro).