Dois shoppings proíbem entrada de adolescentes sozinhos em Cuiabá

| guiratinga | prefeitura amplia distribuição de água no distrito do alcantilado

Dois shoppings de Cuiabá proibiram a entrada de clientes menores de idade desacompanhados dos pais ou responsável após tumultos nas praças de alimentação e em outras áreas dos estabelecimentos, o que estaria ameaçando a segurança dos outros clientes. Imagens do circuito de segurança de um shopping mostra a praça de alimentação lotada por crianças e adolescentes e quando ouvem o barulho de uma cadeira caindo começam a subir nas cadeiras e mesas para ver o que estaria acontecendo.

A aglomeração havia se tornado comum aos finais de semana. Depois disso, a administração do shopping Três Américas, localizado no Bairro Jardim das Américas, na capital, decidiu impor algumas regras para a entrada de menores de idade. "Houve uma invasão enorme com mais de 300, 400 jovens. E tomaram conta totalmente da praça de alimentação, subiram nas mesas, gritaram, dançaram, assustando todo mundo", disse José Júlio Cantino, superintendente do shopping.

Ele contou que a intenção era tomar essa medida no período do Natal, mas para não causar polêmica, esperaram para ver se a situação iria melhorar, mas não melhorou. "Isso chegou a nos prejudicar no Natal. Tivermos vários problemas. Entramos janeiro, tentando conversar, mas não conseguimos", afirmou Júlio.

Com a restrição, o adolescente só pode entrar sozinho se antes os pais assinarem uma autorização no shopping. E é isso que a pedagoga Marta Estancare pretende fazer. Ela disse que não pode privar o filho de ir ao shopping com os colegas e também não pode acompanhá-lo todas as vezes que ele quiser ir até o local. "Não posso trazê-lo sempre, mas também não posso prová-lo de ir ao cinema com os colegas. Então, vou vir sim, vou autorizar, para que ele fique em segurança e possa fazer o que fazia antes", declarou.

No Pantanal Shopping, a medida foi adotada em novembro do ano passado, mas apenas aos finais de semana. O menor de idade só pode entrar se tiver acompanhado de um responsável, segundo a assessoria do estabelecimento, por questões de segurança. Já no Goiabeiras Shopping, a regra não foi colocada em prática. A assessoria informou que não enfrenta problemas com adolescentes e, por isso, não viu a necessidade de restringir a entrada dos menores de idade.