‘Dias das Mães chega a ser mais propicio para dívidas’, fala gestor financeiro, Rafael Villard

'Dias das Mães chega a ser mais propicio para dívidas', fala gestor financeiro, Rafael Villard
Divulgação | CO Assessoria



As datas comemorativas são as que mais fazem a população gastar, é o que diz o gestor financeiro e Trader, Rafael Villard. Para driblar gastos desnecessários é preciso ter cautela na hora da compra para adquirir somente o necessário.

“Minha mãe precisa mesmo disso?”, essa são algumas das perguntas que você deve fazer para si mesmo antes de comprar algo por impulso. “As lojas estão recheadas de combos e produtos comuns embalados em um papel de presente justamente para dispersar a atenção de quem não gostaria de comprar nada. As propagandas tem esse objetivo de fazer você gastar com o que não precisa”, comenta.

Para não se endividar nessa época de inflação alta, Villard passa algumas dicas:

– Faça uma lista de presentes que a sua mãe gostaria de ganhar, escolha um e vá para a loja com o intuito de comprar só ele.

– Cuidado com parcelas. Não vale a pena chegar no Natal ainda pagando parcelas que começou em maio.

– Faça uma pesquisa. Na internet os produtos tendem a ser mais baratos.

– Seja sincero. Não vale a pena esbanjar se você realmente não tem dinheiro para pagar. Às vezes, um café da manhã surpresa ou apenas sua presença, um grande abraço e agradecimentos pode ser tudo o que ela precisa.

“Com essas dicas, muitos podem aliviar suas contas até o fim do ano”, finaliza.