Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil é lembrado com extensa programação pela Assistência Social de Cuiabá

Além das ações pontuais, a Secretaria assume um papel importante no enfrentamento a esse tipo de trabalho

A Secretaria Municipal de Assistência Social, Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência realizou nesta quinta-feira (10) um encontro virtual com os beneficiários do Programa Criança Feliz, em Cuiabá.

Foram apresentados vídeos e orientações sobre a importância da erradicação do trabalho infantil, informações sobre os motivos de sua proibição, as raras permissões através das exceções do trabalho do jovem aprendiz e como as crianças e adolescentes podem ajudar em casa sem prejudicar o desenvolvimento infantil e escolar. Essa ação faz parte da programação em comemoração à data de 12 de junho, Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil.

“O trabalho infantil contribui para a reprodução do ciclo da desigualdade, na medida em que o trabalhador infantil de hoje será o trabalhador desqualificado e desprovido de um emprego digno amanhã, pois suas chances de frequentar a escola e outras formas de qualificação foram simplesmente ceifadas”, disse a coordenadora do Programa Criança Feliz em Cuiabá, Michelle Machado.




Além das ações pontuais, a Secretaria assume um papel importante no enfrentamento a esse tipo de trabalho. O programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI) por meio de sua rede de serviços, elabora projetos e programas voltados a essa finalidade. “O trabalho infantil é uma realidade de milhões de crianças em todo o mundo. No Brasil a realidade não poderia ser diferente, em um país onde a pobreza e a desigualdade estão presentes no cotidiano da maioria da população, nos deparamos com nossas crianças e adolescentes lidando com as dificuldades da vida cedo demais”, complementou a coordenadora Técnica de Gestão da Secretaria de Assistência Social, Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência, Patrícia Aparecida de Arruda Cavalcante.

“Agradecemos à gestão humanizada que desde 2017 por meio da gestão humanizada do prefeito Emanuel Pinheiro e do cuidado dispensado pela primeira-dama Márcia Pinheiro colocou a nossa capital como referência entre os municípios participantes do Programa Criança Feliz”, finalizou Michelle.