Dia de Campo em Sorriso mostra viabilidade da fruticultura irrigada

O evento será na sexta-feira (10), às 7h30, na Unidade Demonstrativa localizada no Assentamento Jonas Pinheiro, lote 175, distante 11 km da cidade.

Dia de Campo em Sorriso mostra viabilidade da fruticultura irrigada
Agricultores estão produzindo, numa área de 80 hectares, diversas frutas - Foto por: João de Melo | Empaer

Com objetivo de apresentar a potencialidade do cultivo de frutíferas no município de Sorriso (420 km ao Norte de Cuiabá), será realizado nesta sexta-feira (10), a partir das 7h30, o 3º Dia de Campo sobre Fruticultura Irrigada com o tema “Os desafios no manejo para produzir com qualidade”.

O evento será na Unidade Demonstrativa localizada no Assentamento Jonas Pinheiro, lote 175, distante 11 km a cidade. A expectativa dos organizadores é receber 200 produtores rurais.

O Programa Municipal de Incentivo a Fruticultura Irrigada, chamado Frutifica, começou em 2017, e é coordenado pela Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente (Sama) do município.

O engenheiro agrônomo da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer), Marcelo Resende Ribeiro, explica que no município há 90 famílias cadastradas, sendo que 40 estão produzindo, numa área de 80 hectares, diversas frutas, tais como goiaba, manga, coco, pinha, abacaxi, banana, mamão, acerola e outras.

Durante o evento, os participantes vão percorrer quatro estações. Na primeira, serão debatidos temas como implantação, manejo e comercialização das frutas. Na segunda estação, terá palestra sobre fruticultura com máquinas e implementos.

Na terceira, a proposta é falar sobre mudas de qualidade e o cultivo da piscicultura nos tanques usados para irrigação. Na última estação, o debate será sobre Irrigação de pomares perenes.

O secretário da Sama, Márcio Kuhn, destaca que o programa “Frutifica Sorriso” foi pensado para fortalecer a agricultura familiar no município, gerando mais uma fonte de renda para o produtor.

“A fruticultura é uma opção de renda com culturas perenes, que não necessitam de plantios novos todos os anos. Além disso, o Dia de Campo voltado para a fruticultura também é uma forma de fortalecer e discutir as inovações do setor e capacitar os produtores”, acrescenta.

O Dia de Campo é promovido pela Sama com a participação direta dos técnicos do Instituto Federal do Mato Grosso (IFMT), campus de Sorriso, técnicos da Empaer, Cooperiso, Associação dos Produtores de Fruticultura, produtores locais, regionais e equipes técnicas de secretarias de agricultura da região.