Detonações de rocha interditarão BR-364 em outubro

detonações de rocha interditarão br-364 em outubro

Em outubro, as detonações de rochas entre a Serra de São Vicente e Jaciara serão retomadas a partir da próxima quinta-feira (6), bloqueando a pista nos dois sentidos do quilômetro 329 ao 343 da BR-364. As atividades são realizadas pelo Consórcio Sanches Tripoloni-Contécnica, contratado pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) para realizar obras de duplicação do quilômetro 271,4 ao 343 da BR-364.
As detonações estão programadas para ocorrer às terças e quintas-feiras (dias 6, 11, 13, 18, 20, 25 e 27 de outubro), com interdição total da via das 14h às 17h.
Equipes da Concessionária Rota do Oeste e da Polícia Rodoviária Federal (PRF) atuam em conjunto com o Consórcio durante o fechamento da rodovia, auxiliando na sinalização para evitar colisões traseiras na fila de veículos e na organização do tráfego após a detonação, quando a pista é liberada.
O Consórcio alerta, no entanto, que caso haja algum imprevisto que impeça a detonação, uma nova data será marcada e avisada com antecedência. Quando uma detonação prevista é cancelada, a informação é repassada ao Centro de Controle de Operações (CCO) da Rota do Oeste. “Por isso, é importante que, antes de viajar, o usuário entre em contato com a Rota do Oeste gratuitamente pelo número 0800 065 0163 para confirmar a programação”, sugere o gestor de Relacionamento da Concessionária, Fábio Abritta.
O CCO está disponível 24 horas por dia para qualquer tipo de solicitação, como informações sobre interdições no trecho sob concessão, pedido de atendimento ou até mesmo para avisar sobre focos de queimadas ao longo das rodovias BRs 163, 364 e 070.
A Rota do Oeste aconselha os usuários que se programem para evitar trafegar pelo trecho no período de interrupção da rodovia, principalmente aqueles que dirigem veículos pesados, para evitar transtornos e congestionamentos na região.
Sobre a Rota do Oeste- A Rota do Oeste, empresa da Odebrecht Rodovias, é responsável pela recuperação, conservação, manutenção e implantação de melhorias da BR-163, bem como a oferta de serviços de atendimento ao usuário, entre a divisa com Mato Grosso do Sul e Sinop (MT), um trecho com extensão de 850,9 quilômetros.
Nos cinco primeiros anos, será realizada a duplicação de um trecho de 453,6 km entre a divisa com Mato Grosso do Sul até Rondonópolis, de Posto Gil a Sinop, além da Rodovia dos Imigrantes. Também faz parte do escopo de trabalho da Concessionária a recuperação e conservação do trecho de 108 quilômetros entre Várzea Grande e Rosário Oeste.