Deputados destacam legado de Jota Barreto durante sessão

Na próxima semana, os deputados retomam as sessões com a votação de vetos Foto: FABLICIO RODRIGUES / ALMT



Reunidos em sessão plenária matutina, na manhã desta quinta-feira (10), os deputados estaduais de Mato Grosso votaram requerimentos, ofícios, entrega de honrarias, moções e encerraram os trabalhos em plenário, às 11h40, para participar, em Rondonópolis, do velório e sepultamento do ex-deputado Hermínio Jota Barreto (PR).

Em plenário, o deputado Wilson Santos (PSDB), e a deputada Janaina Riva (PMDB), destacaram o legado que Jota Barreto, que foi vereador e prefeito de Rondonópolis, além de deputado estadual, deixa para Mato Grosso. Jota Barreto morava em Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá, e ingressou na política como vereador daquele município.

No final da década de 80, foi eleito prefeito de Rondonópolis e permaneceu na função por quatro anos. Foi deputado estadual por cinco legislaturas, depois de ter passado pela Prefeitura da cidade e permaneceu na Assembleia até 2014.

Jota Barreto era uma figura bastante conhecida na política mato-grossense. Além de ex-deputado e ex-prefeito, foi fiscal da Secretaria de Fazenda de Mato Grosso, na década de 80. Candidatou-se a deputado federal, em 2014, mas ficou como suplente, com pouco mais de 50 mil votos. Também foi jornalista esportivo em Rondonópolis.

Em plenário – Os deputados estaduais retomam os trabalhos legislativos no Plenário das Deliberações Renê Barbour na próxima terça-feira (15), com a expectativa de votar nove dos 20 vetos que estavam tramitando na pauta de votação desde a semana passada.

Em duas sessões legislativas na terça-feira (08), os deputados votaram 11 dos 20 vetos governamentais. Dez, dos 20 vetos, foram mantidos pelos parlamentares e apenas um veto foi derrubado em plenário.