Deputado viabiliza acordo entre município e Estado para construção de escolas em Rondonópolis




O deputado estadual e presidente da Comissão de Educação da Assembleia Legislativa Thiago Silva (MDB), participou manhã de sexta-feira (21) de uma reunião decisiva para a construção de duas escolas em Rondonópolis. O encontro aconteceu na Prefeitura de Rondonópolis e contou a presença do prefeito José Carlos do Pátio e equipe, vice-governador Otaviano Pivetta e equipe, secretária Estadual de Educação Marioneide Kliemaschewsk, Olímpio Alves, assessor do deputado Nininho e a líder comunitária Sibele Araújo.

Os presentes discutiram os moldes de um convênio em entre Estado e município. Proposta que segundo Thiago Silva é viável e vantajosa para os dois lados. “Trata-se de convênio, conversei com a secretário Marioneide, com o vice-governador. A ideia está bastante amadurecida. Faltava conversar com o prefeito e ouvir a opinião dele. A proposta prevê que o serviço seja executado com parceria total e as responsabilidades dividas. O Estado assumiria o segundo ciclo em diante e o município ficaria com o primeiro ciclo. Assim temos crianças e jovens atendidos num mesmo projeto”.

As duas escolas inclusas na parceria serão construídas nos bairros Alfredo de Castro e Mathias Neves. Juntas as duas comunidades somam uma demanda de quase mil estudantes”. Essa é uma luta antiga que está perto de um desfecho positivo. Eu fico feliz pelo meu bairro ser contemplado, como também pelos amigos do Alfredo de Castro. Nossas crianças e adolescentes precisam unidades perto de casa e vagas. A falta de escola é um problema muito sério. Eu sou professora e acompanho o sofrimento que é estudar 6, 7 km de casa. Agora é o momento de unir forças e fazer esse processo andar o quanto antes”, conta a presidente do bairro Mathias Neves, Sibele Araújo.

A proposta do governo é construir um prédio moderno, no modelo do que é a escola atrativa, com tecnologia de ponta alunos e professores, além de salas climatizadas, quadras cobertas, alimentação e piscina. “Precisamos ter uma escola com bom ambiente para quem estuda e para quem ensina. Isso é o começo de integração, que esperamos que seja permanente. O público é um só então precisamos trabalhar para oferecer o melhor do início da formação até os anos finais”, explica o vice-governador Otaviano Pivetta.

A expectativa é que o convênio para a construção das escolas seja oficializado ainda no primeiro semestre deste ano. “A reunião acabou e a equipe técnica do município e estado já começaram a trabalhar os termos para dar celeridade na documentação do convênio. O segundo semestre entra no período eleitoral e então precisamos deixar tudo pronto para oficializar essas importantes obras até o mês de abril. Tenho certeza que o bom senso vai prevalecer. É dessa forma, com diálogo e disposição que conseguimos prestar um bom papel para sociedade”, afirma Thiago Silva.