Deputado Thiago Silva defende políticas públicas para a saúde mental da população

Janeiro branco é conhecido como o mês de conscientização e debate sobre a pauta da saúde mental, cada vez mais importante no cotidiano das pessoas, e o deputado estadual Thiago Silva (MDB) trata o assunto como uma das suas principais bandeiras no parlamento de Mato Grosso. O assunto, de tão relevante, foi tema da redação do primeiro dia do Enem deste ano que abordou “O estigma associado às doenças mentais”.

De acordo com o estudo americano Mental Health: Trends & Future Outlook, publicado pelo National Institute for Health Care Management (NIHCM), a doença mental tornou-se mais comum a partir de 2010 com 1 em cada 5 adultos sofrendo de doença mental em um determinado ano. O crescimento geral é em grande parte impulsionado por taxas mais altas de doença mental em pessoas de 18 a 25 anos. Outro dado importante divulgado pelo levantamento foi que o total de sessões com psicólogos quase dobrou no mesmo período, indo de 9,1 milhões para 17,6 milhões, uma diferença de 93,8%. E as consultas com terapeutas ocupacionais avançaram de 818,6 mil para 1,9 milhão.

Segundo informações da Organização Mundial da Saúde (OMS), a saúde mental é caracterizada por um estado no qual uma pessoa é capaz de apreciar a vida, trabalhar e contribuir para o meio em que vive ao mesmo tempo em que administra suas próprias emoções.






Os cuidados necessários com a saúde mental são importantes para a pessoa realizar suas atividades no dia-a-dia, mantendo o equilíbrio com a família, saúde, vida financeira, mercado de trabalho, auto-estima e também tristeza e frustração.

Principalmente neste período de pandemia do coronavírus onde o ser humano teve que sair da sua zona de conforto, deixando de realizar diversas ações e se ver praticamente obrigado a ter que viver em isolamento ou sem contato social próximo.

Neste contexto, o deputado Thiago buscou destinar recursos para o atendimento à saúde mental como a vinculação do Hospital Psiquiátrico Paulo de Tarso aos repasses do Estado, via Fundo de Equilíbrio Fiscal (Feef) conquista essa que estruturou o ambiente e o atendimento da instituição com mais de R$ 195 mil no ano passado e em 2021 serão mais de R$ 500 mil.

“Nosso trabalho na Assembleia é para que o Estado e a sociedade possam ter um olhar especial para as pessoas que possuem problemas mentais e estamos focados para garantir mais investimentos para os hospitais que prestam este atendimento de grande relevância”, disse Thiago Silva.

Silva é autor de projetos importantes na Assembleia Legislativa, como 41/2020 que cria a rede de apoio às pessoas com esquizofrenia e demais doenças psíquicas com objetivo de estruturar o atendimento por parte do Estado. O parlamentar também é autor do projeto 327/2020 que cria a Linha de Apoios aos Profissionais da Saúde – LAPS. O objetivo do projeto é atender o trabalhador da saúde que indicar qualquer necessidade de acolhimento, orientação e suporte emocional necessário de um profissional especializado em saúde mental.

Nesta sexta-feira (29/01) a partir das 19h, o deputado Thiago irá lançar no estado um novo projeto chamado “Conte Comigo” que irá abordar para a juventude do estado, palestrar sobre inteligência socioemocional e assuntos pontuais como a depressão. A ideia é expandir para todas as regiões de Mato Grosso.

Em 2021, o deputado pretende destinar mais emendas para hospitais que prestam atendimento a pessoas com doenças psíquicas e cobrar do Governo que possa ter uma rede especializada de atendimento em todo o estado para amparar à população que possui problemas mentais.