Deputado Thiago cita desigualdade social e pede investimento em tecnologia na educação de MT


O deputado estadual Thiago Silva defende que o Estado possa investir maciçamente em tecnologia para que os estudantes que não possuem internet, seja na zona rural ou na cidade, possam ter acesso a conteúdos e novas metodologias de ensino. Dados da Folha de São Paulo mostram que 70% dos brasileiros possuem acesso precário a internet.

Durante reunião desta segunda (25) da comissão criada na Assembleia Legislativa para debater o período de voltas as aulas nas escolas estaduais, o deputado citou a desigualdade que temos nos dias atuais onde crianças e jovens não tem acesso a internet 3G e 4G enquanto outros colegas já possuem essas ferramentas para o estudo.

“Sabemos que a Seduc entregou apostilas para os alunos que não possuem internet mas precisamos trazer a tecnologia para perto desses estudantes que precisam se atualizar com as novas mídias de ensino para conseguir uma vaga na universidade” disse o parlamentar.

O deputado ressalta que neste momento de pandemia é possível perceber a desigualdade social e a dificuldade que os alunos estão tendo para estudarem. Enquanto alunos da classe média e alta possuem acesso fácil e rápido aos conteúdos, os alunos da classe baixa não consegue acesso ao material disponível pelo Estado, ou quando consegue é de forma precária, pelo acesso a internet ser de péssima qualidade.

Thiago Silva é vice-presidente da comissão de educação da Assembleia, luta para diminuir as desigualdades sociais entre os estudantes dos 141 municípios de Mato Grosso e tem a educação como principal pauta na vida pública.