Deputado Eduardo Botelho é diplomado no TRE-MT

Deputado Eduardo Botelho é diplomado no TRE-MT
MARCOS LOPES / ALMT

Eleito com 33.788 votos para o segundo mandato de deputado estadual, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (DEM), foi diplomado pelo Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT) nesta segunda-feira (17).

No auditório da unidade Senai Cuiabá, na cerimônia em que também foram diplomados o governador eleito, Mauro Mendes, e seu vice, Otaviano Pivetta; os eleitos para o cargo de senador da República: Selma Arruda e Jayme Campos; oito para o cargo de deputado federal; e os 24 eleitos para deputado estadual.

“Estou pronto para enfrentar o novo desafio. Me sinto satisfeito com a diplomação, sentindo que o meu trabalho deu resultado, tanto que fui reeleito. Mas, lamento pelos colegas que não foram reeleitos por um motivo ou outro, pois tem grandes deputados que não conseguiram, mas é o povo que manda, é a democracia e temos que seguir em frente”, disse Botelho.

Sobre as discussões à composição da próxima Mesa Diretora, explicou que é um processo normal tendo vários candidatos aos cargos, mas que através do diálogo vai se afunilando até chegar aos favoritos. A eleição será logo após a posse dos deputados em 1º de fevereiro. “Estou trabalhando para ser o presidente”, afirmou Botelho, ao acrescentar que não concorrerá a nenhum outro cargo à Mesa Diretora.

Em relação ao novo governo, destacou a necessidade de se tomar medidas de austeridade para enfrentar a crise econômica que assola Mato Grosso.

“Vamos enfrentar um momento muito difícil em que o governo vai ter que tomar medidas duras, vai ter que haver negociações de todos os lados, com servidores, com agronegócios e o presidente da Assembleia vai ser muito importante”.

O governador eleito Mauro Mendes disse que se sente honrado por ser o escolhido chefe do Executivo pela população. “Vou exercer com muita humildade e seriedade. É um grande desafio. Mato Grosso passa por um momento difícil da sua história”.

“Temos um estado com desequilíbrio fiscal, muitas dívidas, salários atrasados, muitos fornecedores – a grande maioria há meses sem receber -, enfim, uma enorme dificuldade financeira”.

“Mas, acredito muito em Deus e na capacidade desse estado de superar mais essa dificuldade”, afirmou Mendes, ao frisar que vai contar com o trabalho conjunto das bancadas estadual e federal para exercer um bom mandato. A posse de Mendes será no próximo dia 1º, às 16h30, na ALMT.

O presidente do TRE-MT, desembargador Marcio Vidal, destacou que a diplomação é o passaporte para o exercício do mandato. O desembargador lembrou que a população deve acompanhar de perto o trabalho de cada um dos eleitos.

“Muitas pessoas confundem a democracia como se fosse simplesmente depositar o seu voto. Não é assim”.

“A democracia é um processo contínuo de participação de toda a sociedade, que deve exigir uma informação plena, uma transparência e, fundamentalmente, ter o controle social sobre todos os atos a serem desenvolvidos pelos agentes políticos”, finalizou.